Prisão

Campo do Brito: suspeitos são presos por incêndio de casa no município

O incêndio destruiu a casa, os móveis, roupas, documentos e a motocicleta das vítimas.

Por SSP/SE 26/11/2020 14h50
Campo do Brito: suspeitos são presos por incêndio de casa no município

Policiais civis das Delegacias de Campo do Brito, Macambira e São Domingos prenderam Adelmo de Souza Xavier, de 37 anos, e Ana Bárbara Santos Silva, de 27 anos de idade, suspeitos do crime de incêndio qualificado. Eles são acusados de ter incendiado uma casa habitada, e, também, por coação durante as investigações. As vítimas tiveram objetos e uma motocicleta perdidos por conta do fogo. A prisão ocorreu na tarde da última quarta-feira, 25.

De acordo com o delegado Wilkson Vasco, a investigada já tinha agredido uma das vítimas por ciúmes. No dia 8 de novembro, Bárbara tentou esfaqueá-la e Adelmo impediu. Em seguida, com uma faca, ela atingiu a vítima no braço esquerdo e arrancou fios de cabelo, material que foi encaminhado à perícia. As investigações resultaram em um Termo Circunstanciado de Ocorrência. Já próximo à meia noite, um incêndio ocorreu na casa das vítimas, localizada no loteamento Maiame, bairro Ceilão, em Campo do Brito.

O incêndio destruiu a casa, os móveis, roupas, documentos e a motocicleta das vítimas. Com os elementos de provas, que serão remetidos à Justiça em sigilo por causa da investigação, e depoimentos de testemunhas, os investigados são suspeitos do incêndio da casa das vítimas. Inclusive, Adelmo teria pedido gasolina a um primo, pedido que foi negado. Em seguida, a Polícia Civil iniciou diligências investigativas a fim de localizar os autores.

No final da tarde desta quarta-feira, ambos foram localizados e presos em flagrante. Um galão de gasolina e um carro suspeitos de serem instrumentos dos crimes foram apreendidos.