Mundo

Foguete palestino atinge Israel; ataques ferem tréguas unilaterais

30/09/2015 19h03
Foguete palestino atinge Israel; ataques ferem tréguas unilaterais
A8SE

 

Meninos palestinos brincam entre escombros de sua casa em campo de refugiados em Gaza (AP)

Ao menos um foguete disparado a partir do setor Bait Lahiya, no norte da faixa de Gaza, atingiu um terreno baldio na região de Shaar Hanegev, no sul de Israel, na manhã desta sexta-feira, de acordo com fontes militares israelenses. Ninguém ficou ferido. O Exército israelense reagiu ao ataque com artilharia.

 

Os ataques infringem novamente as tréguas unilaterais que Hamas e Israel declararam no último dia 18, quando acabou a ofensiva militar israelense em Gaza que, durante 22 dias de intensos ataques, deixou mais de 1.300 palestinos mortos e cerca de 5.000 feridos.

Desde aquela data, o Egito tenta convencer ambos os lados a assinar um acordo mútuo de cessar-fogo. Nesta quinta-feira (5), uma delegação do Hamas deixou o Cairo, sem acordo, com a promessa de retornar à cidade --e aos debates-- neste sábado (7). Naquela data, o Hamas deverá dar uma resposta sobre a última proposta de Israel.

O Hamas quer que Israel e Egito reabram totalmente as fronteiras com Gaza para pessoas e produtos --como alimentos-- possam se movimentar livremente. Gaza está sob esse bloqueio desde junho de 2007, quando o Hamas tomou o poder na região. Como Israel é contra, não houve acordo ainda.

O porta-voz do Hamas Salah al Bardawil, no entanto, disse ao jornal egípcio "Al Ahram" que ambos os lados têm um acordo prévio por um cessar-fogo de 18 meses que inclui a abertura das fronteiras de Israel com a faixa de Gaza para passagem de 70% a 80% dos suprimentos necessários e o fechamento eventual da passagem de Rafah, na fronteira com o Egito.

Faltaria apenas a resposta oficial, que deverá sair sábado.

Dinheiro

Nesta quinta-feira, um dos integrantes da delegação do Hamas que discute a paz no Cairo, Ayman Taha, foi flagrado com US$ 9 milhões e 2 milhões de euros --o que equivale a mais de R$ 26 milhões-- na bagagem quando retornava a Gaza. O Egito apreendeu a quantia e, horas mais tarde, anunciou que a depositaria em um banco egípcio da cidade de Al Arish, próxima da fronteira com Gaza, para, depois, repassá-lo ao Hamas.

Não é a primeira vez que um dirigente do Hamas tenta atravessar a fronteira entre Gaza e Egito com dinheiro. No dia 14 de junho de 2006, o líder do grupo islâmico, Mahmoud Zahar, entrou na faixa com US$ 20 milhões em espécie, após ser interceptado pela polícia egípcia.

Fonte: Folha Online

 

Tags: