Mundo

Brasil envia 14 toneladas de remédios e alimentos para faixa de Gaza

As doações seguirão em um avião Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira

30/09/2015 19h00
Brasil envia 14 toneladas de remédios e alimentos para faixa de Gaza
A8SE

Força Aérea organiza caixas de doação (AP)

O governo brasileiro envia nesta sexta-feira 14 toneladas de doações em remédios e alimentos às vítimas do conflito entre Israel e o grupo islâmico Hamas, na faixa de Gaza. As doações seguirão em um avião Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira, que sairá do Rio e deverá chegar no domingo (11) a Amã, na Jordânia.

De acordo com informações do Ministério das Relações Exteriores, da Jordânia, a carga seguirá para Gaza com a ajuda da Organização Jordaniana de Caridade.

Na carga há antibióticos, anti-hipertensivos, anestésicos, antidiabéticos e analgésicos, além de sais de reidratação, seringas, ataduras e outros instrumentos de primeiros-socorros. Já entre os alimentos há oito toneladas de alimentos de alto valor calórico e proteico em 350 caixas de refeições prontas para o consumo. Essas caixas têm sardinha e fiambre bovino enlatados, leite em pó, biscoitos, macarrão instantâneo, farinha de milho em flocos e açúcar cristal.

Israel lançou uma grande ofensiva militar contra o Hamas em Gaza há 14 dias. Desde então, o Exército israelense lança bombardeios aéreos e ataques terrestres contra alvos que afirma estarem ligados ao funcionamento daquele grupo. O Hamas, em reação, envia seus foguetes de alcance cada vez maior contra Israel.

Ao menos 760 palestinos e 11 israelenses já foram mortos.

Nesta sexta-feira, pelo terceiro dia consecutivo, Israel realiza um cessar-fogo com duração de três horas para entrada de ajuda humanitária em Gaza. Conforme estimativas da ONU (Organização das Nações Unidas), os ataques israelenses deixaram 80% dos palestinos completamente dependentes de ajuda humanitária.

A maioria da população de Gaza permanece trancada em casa há dias e não dispõe de energia elétrica ou água potável.

No âmbito diplomático, os esforços para encerrar o conflito têm sido ineficazes. Nesta sexta, líderes de Israel e do movimento islâmico Hamas rejeitaram a resolução 1860 do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) que pedia cessar-fogo imediato.

Fonte: Agência Brasil

 

Tags: