Cultura e Arte

Telas de arte serão multiplicadas nos espaços públicos e privados de Aracaju

As inscrições seguem até o dia 22 e são feitas exclusivamente pelo site www.aldirblancaju.art.br. Dúvidas podem ser esclarecidas pelos telefones: (79) 3179-3685 ou (79) 3179-3695.

Por Funcaju 19/11/2020 11h00
Telas de arte serão multiplicadas nos espaços públicos e privados de Aracaju

Entre os segmentos atendidos pelo programa de editais “Janelas para as Artes”, desenvolvido pela Prefeitura de Aracaju, através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), estão Artes Visuais e Arte Urbana. Para estas áreas, serão destinados prêmios que variam entre R$ 2 mil e R$ 50 mil.

A ideia é estimular artistas desses segmentos e ocupar os espaços públicos da cidade com arte. Neste sentido, pelo edital, 16 espaços já estão confirmados para receber as intervenções artísticas: a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Fernando Franco, seis Unidades Básicas de Saúde (UBS), paradas de ônibus, os CEUs (Centro de Artes e Esportes Unificado) do bairro 17 de Março e Veneza, a pista de Skate da Orla de Atalaia, as caixas d’água dos mercados municipais e o Aracaju Parque Shopping.

Podem se inscrever artistas de artes visuais, grafite, escultores, pintores, gravuristas, cartunistas, desenhistas, instalações artísticas, fotógrafos, entre outros. "Vamos colorir esta cidade com o melhor de nossa produção artística nas artes visuais. Ao mesmo tempo, vamos promover o fomento aos artistas que sofrem com a pandemia, que é o principal objetivo da Lei Aldir Blanc, e entregar para a cidade o resultado de seus trabalhos, na forma de arte urbana, disposta em vários bairros"’, pontuou o presidente da Funcaju, Luciano Correia.

As inscrições seguem até o dia 22 e são feitas exclusivamente pelo site www.aldirblancaju.art.br. Dúvidas podem ser esclarecidas pelos telefones: (79) 3179-3685 ou (79) 3179-3695.

Recursos
Os recursos aplicados no edital “Janelas para as Artes” vêm do governo federal, regulamentados pela Lei Aldir Blanc. Desde março deste ano o país vive em estado de calamidade pública, por conta da pandemia da nova Covid-19, e um dos setores que sofre as consequências da estagnação da economia por conta do isolamento social é o da arte e cultura.

Em agosto foi assinado um decreto presidencial que regulamenta o repasse dessas verbas federais para estados e municípios do país. Aracaju ficou com cerca de R$ 4,6 milhões para aplicar no setor.

O “Janelas para as Artes” é apenas um dos quatro editais que foram lançados pela Funcaju para atender as ações emergenciais dispostas na Aldir Blanc.