Política

STF indefere liminar para suspender inelegibilidade de Valmir de Francisquinho em Sergipe

Negativa ocorreu devido a não publicação do julgamento do Tribunal Superior Eleitoral. Defesa afirma que o ex-prefeito de Itabaiana continua elegível e com todas as condições constitucionais para registro de candidatura ao Governo de Sergipe.

Por Carolina de Morais, Portal A8SE 04/08/2022 07h01
STF indefere liminar para suspender inelegibilidade de Valmir de Francisquinho em Sergipe

O Supremo Tribunal Federal (STF) indeferiu um pedido de liminar para suspensão da inelegibilidade do ex-prefeito de Itabaiana e pré-candidato ao Governo de Sergipe, Valmir de Francisquinho (PL). A negativa foi tomada na última terça-feira (2).

No processo, o ministro Luís Roberto Barroso explica que, como a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda não foi publicada, não há possibilidade de analisar a suspensão dos efeitos do julgamento.

Valmir e seu filho Talysson Barbosa Costa foram julgados por abusos de poder político e econômicos cometidos nas eleições de 2018. Na época, ele estava na gestão do município e teria participado de forma "excessiva" da campanha do filho, então candidato a deputado estadual, utilizando a cor azul na estrutura da prefeitura.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a tonalidade estava presente nos prédios públicos, canteiros, praças, sites, publicações e uniformes, fazendo alusão à "Onda Azul" para continuidade da administração.

Em nota, a assessoria jurídica reafirmou que Valmir de Francisquinho continua elegível e com todas as condições constitucionais para posterior registro de candidatura. "A defesa permanece aguardando a publicação do acórdão do TSE para ingresso das medidas judiciais que forem cabíveis", disse.

O nome do pré-candidato será oficializado na convenção do Partido Liberal nesta sexta-feira (5), em Aracaju.