Brasil

Vintage: estilo agrada público há décadas em todo o mundo

Recicle seu gosto com o estilo

30/09/2015 21h41
Vintage: estilo agrada público há décadas em todo o mundo

 

 

O estilo vintage é um conceito de tudo que parece de outra época. Pode ser definido como uma mistura do que há de melhor em cada década, aquilo que foi referência em determinada época e envolve vários setores como o design, artes, arquitetura, música, moda e cultura. Normalmente quando nos referimos ao estilo vintage, trata-se dos anos 20 até a década de 80. 

 

Quando escutamos a expressão vintage, lembramos dos pés-palito dos móveis da década de 50 e também as geladeira e cozinhas coloridas que tinham um ar futurista e da mesa da linha Tulip criada pelo designer finlandes Eeron Saarinen. 

 

O estilo ganhou tanto destaque que várias empresas de eletrodomésticos e eletroportáteis estão investindo em produtos com essas características, que parecem da casa da vovó, mas que voltam repaginados para marcar presença em nossas casas.

 

Hoje em dia existem vários fabricantes que produzem mobiliário e elementos decorativos inspirados no estilo vintage. Mas também é divertido procurar peças originais em feiras e lojas de antiguidades, ou de segunda mão, ou até mesmo alguma antiguidade hereditária.

 

Arquitetura

 

Na arquitetura esse estilo é muito utilizado no design de interiores, onde o projeto busca influências passadas e celebradas na história do design, para compor os ambientes. O que é visto em móveis, objetos e lustres, enfim, produtos das décadas de 50, 60 e 70 de designers de destaque. Os ambientes podem combinar a arquitetura arrojada, moderna e clean, com objetos ousados, estéticos e repletos de história. 

 

Ideias projetuais

 

A interação entre os ambientes sociais e privativos, além do grande aproveitamento da luz natural que vem por grandes janelas. Espaços rústicos através das paredes de tijolos aparentes, colunas de metal e madeira nos pisos. Os móveis são rústicos e dialogam com enormes sofás em couro escuro, cadeiras de madeira e metal e cozinhas com acabamentos rústicos. 

 

No estilo Vintage vemos também um aspecto urbano através de divisórias de vidro opaco deslizantes que separam quartos de sala por exemplo, quando abertas, dão a impressão de que a residência consiste em um único salão.

 

Além dos revestimentos de mármore, o vidro e o aço também compõem os acabamentos de banheiros, onde banheiras são protagonistas no cenário. Peças de demolição são complementos ideais para uma parede de concreto aparente, por exemplo.


Características 

 

1.    Cores sólidas e fortes, como laranja, verde, vermelho, amarelo, lilás, etc.;
2.    Estampas floridas, xadrez, psicodélicos, formas geométricas e abstratas;
3.    Tecido com textura, como vinil, veludo, felpos, plástico, rendas, chenilhe;
4.    Os materiais mais utilizados são a madeira natural sem acabamento,, os cromados, espelhados, linóleo (espécie de tecido impermeável feito de juta e untado com óleo de linhaça), entre outros;
5.    Pernas pontiagudas e sempre à vista;
6.    Papel de parede também é muito utilizado;
7.    Objetos divertidos como telefones antigos e pesados, eletroportáteis com cores vibrantes e design retrô, esculturas e obras de arte com visuais fortes compõem o espírito vintage.


E aí? O estilo Vintage te agrada ou não?