Brasil

Sergipe não concorda com sugestão da fórmula apresentada pelo Confiança

30/09/2015 21h14
Sergipe não concorda com sugestão da fórmula apresentada pelo Confiança
A8SE

O presidente do Sergipe, advogado Genisson Silva, manifestou-se contrário, nesta segunda-feira (1º), à fórmula de disputa do Campeonato Sergipano de 2013, sugerida pelo Confiança. Para o dirigente colorado, a sugestão do time proletário é excludente e cria privilégio inédito.

"Mesmo eu tendo a boa vontade para compreender a fórmula encontrada do presidente do Confiança, Luiz Roberto, é visível que se for aprovada haverá exclusão porque ficariam dois clubes sem a possibilidade do rebaixamento (Confiança e Itabaiana, que estarão disputando a Copa do Nordeste). E isto não existe nem nos campeonatos estaduais e nem nos internacionais", observa o presidente do Sergipe.

Genisson Silva chama atenção ao fato de que os clubes que se classificarão para a competição de 2013 têm o direito de encarar todos os times do Estadual e não podem ter a possibilidade de serem rebaixados sem enfrentar todos os clubes. "Se dois clubes forem eliminados na primeira fase não teriam a oportunidade de jogar nem com o campeão (Itabaiana) e nem com o vice (Confiança)", pontua.

Outro fator que não pode ser descartado, segundo o advogado e dirigente, é o privilégio de dois times em não poder ser rebaixado, que contraria o Estatuto do Torcedor e as regras das competições nacionais que rezam que toda competição deve obedecer o acesso e decesso. "Como uma competição com 10 clubes, dois podem ter o privilégio de não ser rebaixados?", questiona.

Desprezível

Para ilustrar que a fórmula excludente e com privilégio inédito não faz sentido, o presidente Genisson faz comparação com o Campeonato Brasileiro. O campeão, que vai para a Libertadores no próximo ano, pode ser rebaixado um ano após ser campeão. "Nem, por isso, o atual campeão Corinthians quis inventar uma regra nova", diz Genisson Silva. "O Sergipe acredita que essas vantagens desequilibram a competição porque dá tratamento excessivamente privilegiado ao campeão e vice".

Fórmula sugerida

O Sergipe entende que deve haver uma discussão ampla e equilibrada entre os clubes para que se evite qualquer tipo de exclusão e prejuízo, sem a devida compensação. Com esse pensamento, o time colorado apresenta uma proposta de fórmula do Estadual com três fases.

Na primeira, os dois primeiros colocados estão classificados para o quadrangular final, que é a terceira fase. Na segunda fase, os outros dois primeiros entrariam no quadrangular. Na fase final, o campeão tem vaga assegurada para a Série D e Copa do Brasil, o vice-campeão e o terceiro colocado teriam vaga para a Copa do Nordeste e o quarto colocado para a Copa do Brasil 2014.

"A ideia é que os quatro primeiros colocados sejam beneficiados, ampliando assim a valorização dos times locais", completa o presidente do Sergipe.

 

Fonte: Club Sportivo Sergipe

Tags: