Medida

Ministério da Saúde reduz para cinco dias tempo de isolamento de assintomáticos

A pasta autoriza fim de quarentena a quem foi diagnosticado e tiver resultado de teste negativo após cinco dias da infecção.

Por Redação do Portal A8SE com R7.com 11/01/2022 10h48
Ministério da Saúde reduz para cinco dias tempo de isolamento de assintomáticos
Sérgio Lima/AFP

O Ministério da Saúde reduziu, nesta segunda-feira (10), o período de isolamento das pessoas diagnosticadas com a Covid-19. De acordo com a nova orientação, quem contrair a doença, estiver assintomático e tiver diagnóstico negativo para a enfermidade após cinco dias da infecção, pode ser liberado da quarentena.

As pessoas que estiverem sem sintomas nesse período mas que, por sua vez, continuam testando positivo para o vírus, terão de permanecer isoladas até dez dias depois da infecção para serem liberadas.

Ainda segundo a pasta, em casos de contrair a doença e não queira ou não tenha conseguido realizar o teste nesse período, está permitida a saída do isolamento no sétimo dia depois da infecção, desde que não apresente nenhum tipo de sintoma característico da doença.

Para os pacientes cujos sintomas persistam mesmo depois de sete dias do diagnóstico, a recomendação é que uma testagem seja feita para constatar a permanência da infecção e a manutenção da quarentena até que o quadro da doença complete dez dias. Após essa estimativa, qualquer pessoa sem sintomas estará liberada da quarentena.

A sugestão do ministério acompanha a atualização do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos, que reduziu de dez dias para cinco dias o tempo recomendado de isolamento para assintomáticos, desde que prossigam com o uso de máscara e testem negativo para a doença. No caso dos sintomáticos, orienta-se a redução da quarentena de 14 para sete dias.