Brasil

FHC testemunha nesta quinta em defesa de Roberto Jefferson

Ex-presidente foi escolhido como testemunha do ex-deputado no caso do mensalão; Alckmin também vai depor

30/09/2015 19h13
FHC testemunha nesta quinta em defesa de Roberto Jefferson
A8SE

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso deve ser ouvido na tarde desta quinta-feira, 4, em São Paulo, pelo juiz federal Márcio Catapani, como testemunha de defesa do ex-deputado federal Roberto Jefferson, réu no caso do suposto esquema de pagamento a deputados para aprovação de projetos do governo, conhecido como mensalão. Roberto Jefferson, que fez a denúncia sobre a existência do Mensalão, é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Fernando Henrique também foi escolhido como testemunha de defesa de José Mohamed Janene, acusado de práticas de formação de quadrilha, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A defesa do ex-deputado Roberto Jefferson também pediu que o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin testemunhe em sua defesa.

Além deles, o juiz deverá ouvir Gilmar Roberto Meneccioli, testemunha de Zilmar Fernandes da Silveira - acusada de lavagem de dinheiro e evasão de divisas -, Petter Glazier, testemunha de José Roberto Salgado - acusado de gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e evasão de divisas -, e Emídio de Souza, testemunha de Marcos Valério, suspeito de ser o organizador do mensalão e acusado pelos crimes de corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e evasão de divisas.

Irineu Casemiro Pereira e Gelsu Aparecido de Lima devem testemunhar a favor do deputado federal João Paulo Cunha - acusado de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e peculato. Lázaro de Mello Brandão será ouvido como testemunha de defesa do ex-ministro chefe da Casa Civil José Dirceu, acusado de corrupção ativa e formação de quadrilha.

Duas testemunhas de defesa de Ramon Hollerbach Cardoso, acusado de corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e evasão de divisas, não foram localizadas e não receberam a notificação da Justiça.

Os depoimentos de testemunhas de defesa do caso mensalão devem ser encerrados nesta sexta-feira, quando estão previstos os depoimentos de mais de seis pessoas.

Fonte: Estadão

 

Tags: