Decisão

Bolsonaro sanciona lei que estabelece piso salarial para enfermeiros, técnicos, auxiliares e parteiras

De acordo com o texto aprovado, os pisos serão atualizados anualmente com base na inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)

Por redação Portal A8SE 04/08/2022 17h57
Bolsonaro sanciona lei que estabelece piso salarial para enfermeiros, técnicos, auxiliares e parteiras
Foto: José Dias/PR

Na tarde desta quinta-feira (4), o presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que define o piso salarial para enfermeiros, auxiliares de enfermagem, técnicos de enfermagem e parteiras. Os novos valores passam a valer após a publicação da medida.

Aprovado pela Câmara e pelo Senado, o texto fixou em R$ 4.750 o piso nacional de enfermeiros, valor que serve de referência para o cálculo do mínimo salarial de técnicos de enfermagem (70%), auxiliares de enfermagem (50%) e parteiras (50%). Ainda não há confirmações sobre vetos.

Assim, o valor fica para os enfermeiros em R$ 4.750; técnicos de enfermagem em R$ 3.325; auxiliares de enfermagem em R$ 2.375; parteiras em R$ 2.375.