Benefício

Auxílio Brasil de R$ 600 compra cesta básica apenas em Aracaju e outras duas capitais

Em 2020, quando o mesmo valor foi pago no auxílio emergencial, era possível comprar os itens em todas as unidades da Federação.

Por Redação do Portal A8SE e R7 05/08/2022 10h54
Auxílio Brasil de R$ 600 compra cesta básica apenas em Aracaju e outras duas capitais
Edu Garcia/R7

O Auxílio Brasil de R$600 reais, que começa a ser pago na próxima terça-feira (9), é suficiente para comprar cesta básica apenas em Aracaju (R$549,91), Salvador (R$580,82) e João Pessoa (R$586,73).

Há dois anos, quando o auxílio emergencial, no mesmo valor, começou a ser liberado para diminuir os impactos da pandemia da Covid-19, era possível comprar cesta básica em todos os estados.

Os dados são do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) referentes aos valores de junho deste ano na última pesquisa da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. A comparação é feita com os dados de junho de 2020.

Segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a inflação mensal em junho de 2020 era de 0,26% e, nos 12 meses imediatamente anteriores, o índice acumulava alta de 2,13%.

Desde então, o aumento de preços se acelerou de forma significativa. No mesmo mês de 2022, a inflação registrada foi de 0,67% e em um ano o percentual é de 11,89%. A próxima divulgação do IPCA, referente a julho, será na terça-feira (9).

Em junho de 2020, a cesta básica custava R$ 430,44 em João Pessoa, R$ 419,18 em Salvador e R$ 420,03 em Aracaju. No mesmo período, em São Paulo, local mais caro, a quantia a ser desembolsada era de R$ 547,03.

Preço em junho de 2020 e no mesmo mês de 2022

  • São Paulo – de R$ 547,03 para R$ 777,01.
  • Florianópolis – de R$ 516,97 para R$ 760,41.
  • Porto Alegre – de R$ 512,40 para R$ 754,19.
  • Rio de Janeiro – de R$ 512,84 para R$ 733,14.
  • Campo Grande – de R$ 475,01 para R$ 702,65.
  • Curitiba – de R$ 506,04 para R$ 701,26.
  • Brasília – de R$ 450,45 para R$ 698,36.
  • Vitória – de R$ 500,01 para R$ 692,84.
  • Goiânia – de R$ 480,78 para R$ 674,08.
  • Fortaleza – de R$ 464,31 para R$ 657,00.
  • Belo Horizonte – de R$ 475,19 para R$ 648,77.
  • Belém – de R$ 453,87 para R$ 632,26 .
  • Recife – de 435,30 para R$ 612,34.
  • Natal – de R$ 442,46 para R$ 611,79.
  • João Pessoa – de R$ 430,44 para R$ 586,73.
  • Salvador – de R$ 419,18 para R$ 580,82.
  • Aracaju – de R$ 420,03 para R$ 549,91.