Saúde

Anvisa recolhe lotes com substância tóxica após morte de cães no Brasil

O produto químico corrosivo foi usado na fabricação de petiscos para cachorros e pode ter causado a morte de mais de cem animais ao redor do país.

Por Redação do Portal A8SE e Agência Brasil 13/09/2022 08h31
Anvisa recolhe lotes com substância tóxica após morte de cães no Brasil

Nesta segunda-feira (12), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou recolhimento de dois lotes com propilenoglicol da empresa Tecno Clean Industrial Ltda. O ingrediente costuma ser usado na indústria alimentícia.

Análises do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) detectaram a contaminação por uma substância altamente tóxica. O produto químico corrosivo foi usado na fabricação de petiscos para cachorros e pode ter causado a morte de mais de cem animais ao redor do país.

De acordo com o Mapa, a ingestão do etilenoglico, um solvente orgânico encontrado nos lotes AD5035C22 e AD4055C21, provoca insuficiência renal e hepática. Durante a investigação, identificou-se a possibilidade do ingrediente contaminado ter sido distribuído para fábricas de alimentos de uso humano. Por isso, a Anvisa também decidiu proibir a comercialização dos dois lotes do produto.

Empresas que tenham adquirido os lotes devem entrar em contato com o fabricante para substituição e devolução do produto.