Saúde

Anvisa autoriza uso de vacina da Pfizer em crianças de cinco a 11 anos contra Covid-19

Ministério da Saúde ainda não tem imunizante disponível, com isso não é possível saber quando vão começar as aplicações no país

Por Redação do Portal A8SE e R7.com 16/12/2021 11h58
Anvisa autoriza uso de vacina da Pfizer em crianças de cinco a 11 anos contra Covid-19
Estados Unidos já vacinam criança desde o começo do mês de novembro com Pfizer MIKE BLAKE/REUTERS

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou nesta quinta-feira (16) a autorização do uso da vacina da Pfizer para imunização de crianças entre cinco e 11 anos de idade contra a Covid-19.

De acordo com o gerente-geral de medicamento da Anvisa, Gustavo Mendes, a segurança do imunizante e o número de infectados com a doença nessa faixa etária foram determinantes para a aprovação, que será publicada hoje em edição extraordinária do Diário Oficial da União.

"Os casos de Covid-19 têm sido representativo na população pediátrica, nós temos um perfil de segurança e reatogenecidade [capacidade de gerar efeitos adversos] positivo em relação à vacinação e temos resultados importantes de geração de anticorpos nessa população", disse.

As vacinas aplicadas nas crianças equivalem a um terço da dose usada nos adultos e o imunizante poderá ser armazenado por 10 semanas a temperatura de 2°C a 8°C. Já a aplicada em pessoas acima de 12 anos é permitido guardar por quatro semanas após o descongelamento.

Por se tratar de um produto diferente, ainda não é possível estimar a data de início da vacinação para esse público-alvo, tendo em vista que o Ministério da Saúde ainda não tem disponível os imunizantes liberados pela Anvisa.

De acordo com resultados dos estudos apresentados pela farmacêutica, a vacina apresentou 90,7% de eficácia contra o coronavírus em um ensaio clínico feito com mais de 2.250 pessoas dessa faixa etária.

O laboratório ainda não apresentou outros dados como a duração da proteção, a necessidade da dose de reforço e a efetividade contra a Ômicron ou novas variantes que ainda apareçam. Segundo a Anvisa, a vacina é eficaz contra a Delta, que predomina no Brasil.

Onde crianças já recebem vacina anti-Covid?

Os Estados Unidos, Israel e Canadá começaram a vacinação dos pequenos no começo de novembro e países da Europa iniciaram nesta semana, usando a Pfizer. Argentina, Emirados Árabes e El Salvador usam a Sinopharm, Moderna ou Pfizer nessa feixa etária. Cuba e Venezuela usam a Soberana, vacina cubana.

Já China, Chile, Equador, Camboja, Indonésia e o território de Hong Kong também aplicam a proteção em crianças, mas com a CoronaVac. 

Autorização CoronaVac no Brasil

Na última quarta-feira (15), o Instituto Butantan apresentou um novo pedido de liberação da vacina produzida pelo centro à Anvisa. A requisição é de uso em crianças de 3 a 17 anos. Na primeira requisição, a agência brasileira pediu mais informações sobre os estudos clínicos feitos na China.