Mundo

25/03/2010 às 19h56

Pirata virtual pega 20 anos de prisão por fraude em cartões

Ele confessou que ajudou a liderar um grupo global que roubou mais de 40 milhões de números

Redação Portal A8

 

O homem foi preso por ter ajudado um dos maiores grupos de hackers do mundo (Foto: Folha Online)

Um dos criminosos virtuais mais famosos do mundo foi condenado a 20 anos de prisão nesta quinta-feira (25), após confessar ter ajudado a dirigir um dos maiores grupos de hackers do mundo.

O ex-universitário de Miami Albert Gonzalez, 28, confessou que ajudou a liderar um grupo global que roubou mais de 40 milhões de números de cartão de crédito invadindo sistemas de varejistas, incluindo TJX, BJ`s Wholesale Club e Barnes & Noble.

 

Sob seu acordo judicial, ele poderia pegar até 25 anos de prisão, mas pediu ao tribunal que fosse leniente com sua sentença, afirmando ser viciado em computadores desde a infância, além de ter abusado do álcool e de drogas ilegais por vários anos e sofrer sintomas de síndrome de Asperger, uma forma de autismo.

"Me apresento aqui a vocês humildemente após 22 meses sóbrio", disse ele à juiz distrital Patti Saris, em tribunal lotado em Boston.

Ele afirmou que seus crimes saíram do controle "por causa de minha incapacidade em deter minha curiosidade e vício".

A sentença ainda pode ser estendida, uma vez que, na sexta-feira, outro juiz decidirá sua sentença por outras acusações, das quais também confessou ser culpado --de roubar dezenas de milhões de números de cartões de empresas de cartões de crédito, incluindo Heartland Payment Systems, 7-Eleven e a cadeia de supermercados Hannaford.

Fonte: Folha Online