Mundo

26/01/2010 às 09h31

Taxista chapadão fuma um com passageiros

Redação Portal A8

Al não é um taxista comum. Este nova-iorquino dirige uma limousine pela cidade, cobra caro pelo serviço e escolha muito bem seus passageiros.

Mas Al também não é um motorista de limousine comum. Ele cobra cerca de R$ 183 por hora por um servicinho especial. Os clientes ligam para seu telefone celular de baladas na cidade e são recebidos em um clima inspirado pelos anos 70 e regado a muita maconha.

O motorista oferece uma limousine com um bancos de couro, música e muito cigarrinho de artista. Sem saber que estava sendo gravado por um repórter do New York Daily News, o chapadão explicou o serviço.

- Eu já faço isso há 11 anos. Eu levo meus passageiros em uma atmosfera agradável.

No entanto, no dia seguinte, quando o repórter se identificou, Al desconversou e se fez de desentendido.

- Não sei do que você está falando. Eu apenas levo meus passageiros onde eles querem. Se alguém faz algo ilegal dentro do carro, não tenho como controlar.

Vai ver a erva anda afetando a memória do motorista fumeta de Nova York.