Mundo

05/10/2009 às 10h22

Seul diz que Coreia do Norte possui armas bacteriológicas

Redação Portal A8

A Coreia do Norte dispõe de 13 tipos de vírus e bactérias que poderiam ser utilizados para carregar armas bacteriológicas, e possui cerca de 5.000 toneladas de armas químicas, indicou nesta segunda (5) o Ministério da Defesa sul-coreano.

Pyongyang é dono de um dos maiores arsenais de armas químicas e biológicas do mundo, destaca o ministério em um relatório apresentado ao Parlamento.

O cólera, a febre amarela, a febre tifóide, o tifo e a disenteria podem ser usados pela Coreia do Norte no advento de uma guerra bacteriológica, acrescentou o ministério.

As acusações de que Pyongyang desenvolveu um enorme arsenal de armas químicas e biológicas não são novas, mas as informações trazidas pelo relatório são mais detalhadas.

Em junho, o International Crisis Group (ICG) havia advertido que a Coreia do Norte era um risco não apenas por suas armas nucleares, mas também devido a uma grande quantidade de armas químicas e bacteriológicas.

Este centro de estudos com sede na capital belga Bruxelas também destacou que estas armas podem ser adaptadas para uso em mísseis.

Segundo o ICG, o arsenal norte-coreano inclui gás sarin, gás mostarda e outros agentes nervosos que podem ser dispersados por avião, projéteies ou artilharia.

Fonte: R7