Mundo

02/09/2009 às 09h31

Furacão Jimena perde força ao chegar à costa do México

Ciclone caiu para categoria 2, mas ainda representa perigo para turistas e moradores de Los Cabos

Redação Portal A8

Furacão perdeu força e diminuiu para a categoria dois (AP)
O furacão Jimena perdeu força e enfraqueceu para a categoria 2 na madrugada desta quarta-feira, 2, à medida que se aproximava da península mexicana de Baixa Califórnia, segundo meteorologistas dos EUA. De acordo com o Centro Nacional de Furacões dos EUA, os ventos no topo da tormenta diminuíram sua velocidade para 175 km/h, trazendo o furacão para a categoria 2 depois de o Jimena ter ficado perto de atingir, na terça-feira, o pico da escala Saffir-Simpson, que vai de 1 a 5.

O furacão continuará a se enfraquecer antes de atingir terra firma, disse o Centro. O Jimena chegou esta madrugada à península mexicana de Baixa Califórnia, enquanto o olho do furacão se encontra a 110 quilômetros ao sul de Puerto Cortés, se aproxima cada vez mais à costa e está previsto que alcance essa localidade nas próximas horas, acompanhado de fortes chuvas, ventos e ressaca.

Os ventos sustentados de 175 km/h e sequências de 210 km/h que acompanham já se estão apresentando no litoral ocidental do município La Paz e eventualmente sobre Los Cabos. O Serviço Meteorológico Nacional (SMN) do México indica que Jimena começou a modificar ligeiramente sua trajetória e velocidade, por se aproximar da parte central do litoral ocidental da península.

Nas localidades de Cabo San Lucas e San Jose del Cabo, onde está já batendo a "muralha" do furacão, o Exército mexicano instalou quatro albergues para proteger até 29 mil pessoas. O governo mexicano declarou estado de emergência em Los Cabos e La Paz, capital do estado de Baixa Califórnia Sul. Escolas, muitos portos e a maioria das empresas ficaram fechados. Equipes de resgate da Cruz Vermelha e as Forças Armadas do México prepararam-se para o socorro de desastres pós-furacão. Dois aviões Hércules do Exército foram carregados com suprimentos médicos.

O núcleo do Jimena seguia seu curso para passar próximo ou sobre o sul do estado de Baixa Califórnia nesta quarta-feira e na parte central da península na noite de quarta-feira ou madrugada de quinta, segundo o Serviço Nacional de Furacões dos EUA. O centro do furacão está fora do sul da península, onde se concentram os resorts. Em vez disso, o Jimena se dirige para o litoral norte, numa faixa de terra desértica e despovoada. Porém, as franjas do furacão estão atingindo os resorts, causando ondas imensas e deixando as ruas alagadas.

As autoridades informaram que não houve feridos nem grandes danos em Los Cabos, mas manifestaram preocupação com o que pode acontecer quando o furacão avançar litoral acima. "Pode ser feio em Bahia Magdalena", disse o secretário estadual do Interior, Luis Armanado Diaz, referindo-se a uma baía pouco povoada, com algumas vilas de pescadores.

Fonte: Efe