Esportes

10/05/2019 às 16h22

Atleta Victória Borges é grata pela participação na Copa do Mundo de Ginástica Rítmica

Com informações da assessoria de imprensa

Após o retorno da World Challange Cup de Ginástica Rítmica, em Guadalajara, na Espanha, a atleta sergipana Victória Borges retorna com sentimento de gratidão por ter

Foto: Divulgação CBG
participado da copa do mundo na modalidade.

Ao todo foram 18 dias fora do Brasil já que a sergipana e as demais atletas que compõem o conjunto, participaram da etapa anterior do Mundial em Baku no Azerbaijão.  Victória, única sergipana a integrar Seleção Brasileira de GR, se mostrou emocionada ao falar da experiência internacional considerada mais importante até agora na carreira, onde, inclusive, passou o maior tempo longe de casa. “Nossa, eu parecia não acreditar. Todo aquele ginásio cheio, tanta gente, a emoção foi grande. Espero que seja a primeira de muitas”, afirmou.

A atleta, que completa 17 anos daqui a dois meses é oriunda do Clube Sportivo Sergipe de Ginástica Rítmica – Centro de Treinamento de Esportes Thalyta Almeida e fez questão de destacar o apoio, que desde cedo, tem recebido da sua ex-técnica. “Quero muito agradecer a Thalyta Almeida por tudo que fez por mim, porque não me deixou desistir. Agradeço a Deus por tê-la colocado em meu caminho. Também sou muito grata a Camila Ferezin [Treinadora da Seleção] e a Bruna Martins [auxiliar-técnica da Seleção] pelo incentivo e pela oportunidade de fazer parte desse grupo”, concluiu.

O Brasil terminou a competição de Guadalajara com saldo positivo. Na prova mista (três arcos e dois pares de maças), a Seleção Brasileira alcançou 20,700 na final, terminando na sexta colocação. Na final das cinco bolas, o Brasil ficou em oitavo lugar, com a nota 17,600.

Na final de bolas, o título ficou com a Rússia (nota 25,850), enquanto na mista o ouro foi da Bulgária (25,300).

Em relação aos adversários das Américas, o Brasil só não conseguiu ficar à frente do México, que obteve a nota final de 22,450, terminando em quinto lugar. Já a equipe dos Estados Unidos ficou em sétimo, com 19,400, bem atrás das brasileiras. No misto, o Brasil competiu com Débora Medrado, Nicole Duarte, Camila Rossi, Morgana Gmach e Vitória Borges.

Os próximos dias são de descanso para Victória e as demais atletas, mas, os treinos já devem reiniciar na semana que vem, com data ainda a ser confirmada.


Fonte: Com informações da assessoria de imprensa