Esportes

03/05/2019 às 18h25

Seleção Feminina de Vôlei Sentado está com novo assistente técnico

Assessoria de Imprensa

A Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes (CBVD) contratou novo assistente técnico para aprimorar os treinos da seleção feminina de vôlei sentado visando os

Jogos Parapanamericanos, que acontece em agosto, em Lima, no Peru. Fernando Guimarães, profissional de larga experiência no voleibol convencional e no vôlei sentado masculino já teve conquistas expressivas dentro da modalidade.

O atual assistente técnico da seleção feminina carrega no currículo um vice-campeonato mundial de vôlei sentado, em 2014, quando comandou a seleção masculina. Também como técnico da equipe ficou em 5º nos Jogos Paralímpicos em Londres 2012, e dois títulos Panamericanos, em Guadalajara 2011 e Toronto 2015. Após quase seis anos de seleção, Fernando se despediu da seleção depois dos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Entusiasmado com o retorno para a seleção, o novo assistente técnico falou sobre sua trajetória dentro da modalidade. “Jogo voleibol desde os seis anos de idade, estava aqui brincando com as meninas que estou completando 49 anos de vôlei e nesta minha trajetória fui jogador mediano, mas vi o voleibol de alto nível dentro de casa por conta do meu irmão, Zé Roberto Guimarães, onde trabalhei junto com ele por dez anos, tanto na seleção como nas equipes”, destacou Fernando.

Sua trajetória dentro do vôlei sentado iniciou em 2009, após aceitar o convite do ex presidente da CBVD. “Trabalho com pessoas com deficiência há mais de 30 anos, tratando por meio da equoterapia, foi ai que recebi o convite para treinar a seleção masculina para unir meu trabalho com deficientes e o voleibol de alto rendimento. Neste período conseguimos tirar a seleção de 15º no mundo para segundo no ranking e tivemos grandes resultados. Agora estou tentando adaptar, junto com o Guedes, tudo que deu certo para o masculino e implantar no feminino”, comentou Fernando Guimarães.


Fonte: Assessoria de Imprensa