Esportes

08/09/2009 às 12h30

Time do Capela abandona o futsal sergipano

Em ofício encaminhado à Federação Sergipana de Futsal (FSFS), o time do Capela, atual campeão estadual, pediu afastamento do Campeonato Sergipano e da Liga Nordeste de Futsal. A diretoria do clube alegou falta de recurso para pagar os salários dos atletas.

Redação Portal A8

Em ofício encaminhado à Federação Sergipana de Futsal (FSFS), o time do Capela, atual campeão estadual, pediu afastamento do Campeonato Sergipano e da Liga Nordeste de Futsal. A diretoria do clube alegou falta de recurso para pagar os salários dos atletas. A notícia do abandono capelense pegou de surpresa tanto os salonistas quanto a imprensa sergipana.

A equipe do Capela foi formada em 2006 sem muito investimento. Um ano depois passou a contratar nomes de peso, e logo conquistou os Jogos Abertos do Interior, o seu primeiro título. Em 2008 a maior conquista: o campeonato sergipano. No ano seguinte faturou o primeiro título regional, o circuito Nordestino em Natal. Em 2009 ficou com o vice da Copa TV Sergipe, e recentemente era líder isolado do estadual com a melhor defesa e o melhor ataque.

Só para se ter uma idéia da força da cidade em Sergipe, da seleção campeã brasileira em cima do Paraná seis jogadores vestiam a camisa do Capela. "É uma pena acabar um time como de fato ocorreu. Capela respirava futsal, a torcida amava o clube, os jogadores, enfim, agora é procurar outro rumo no futsal sergipano", lamentou o ex-técnico Andelmo Santos.

Para os jogadores o sentimento foi ainda pior. "Não perdemos apenas o nosso emprego, mas também o sustento de nossos filhos e esposas", declarou o fixo Juninho.

Liga Nordeste

Com o abandono do Capela o Internacional de Ribeirópolis vai representar o Estado na competição regional. A equipe comandada pelo experiente Oswaldo Mendonça participará ao lado do Real Moitense da disputa. O Inter terminou a primeira fase do estadual na terceira colocação, e era até então a terceira força do futsal sergipano. "Tenho certeza que não vamos decepcionar, pelo contrário vamos surpreender", disse Oswaldo .