Entretenimento

15/06/2020 às 16h25

Inscrições para edital de fomento do Forró Caju em Casa encerram nesta segunda, 15

Agência Aracaju de Notícias

Artistas da área da música maiores de 18 anos, residentes ou domiciliados em Aracaju, podem se inscrever, até esta segunda-feira, 15, para participar do edital emergencial "Forró Caju em Casa 2020", um instrumento concebido pela Prefeitura de Aracaju, por meio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), para fomentar e movimentar a cadeia artística aracajuana, afetada pela pandemia da covid-19, mediante seleção de propostas culturais.

As inscrições devem ser feitas no portal da Prefeitura de Aracaju, neste link. Por este edital, serão selecionados 45 artistas, cujas apresentações ocorrerão entre os dias 23 e 29 de junho, com exibição em ambiente digital, por meio de transmissões ao vivo, as chamadas lives. Serão contempladas cinco categorias de linguagens musicais: Releituras do Mestre Gonzaga; Forró Tradicional; Interpretações de Obras Sergipanas; Arrocha; e Forró Eletrônico.

Conforme o edital, os proponentes poderão se inscrever como pessoa física ou através de pessoa jurídica de direito privado, de natureza cultural, sediada na capital. Os documentos devem ser anexados de maneira digital. Os artistas poderão se inscrever em mais de uma categoria, mas só poderão ser selecionados em uma delas. Também não será permitida a alteração da modalidade após seleção, e nem a inscrição de servidor público efetivo ou comissionado no âmbito do Município de Aracaju.

Inovador, o Forró Caju em Casa é um projeto que estimulará várias vertentes. Isso porque, além das apresentações serem exibidas como programação junina e funcionarem como um mecanismo de fomento cultural, ajudando os artistas prejudicados pela pandemia, após o período de exibição, ficará disponível em acervo nas redes da Prefeitura e da Funcaju. Ou seja, o projeto cria um catálogo de apresentações disponíveis a qualquer momento.

“Além do cumprimento do objetivo social do projeto, que é fomentar o setor artístico musical, nesse momento da pandemia, nós vamos também deixar para o município um rico acervo audiovisual da nossa produção cultural, que ficará disposto em forma de coleções. Estamos compondo um acervo que funciona como uma espécie de plataforma de streaming, que ficará disponível em nossas redes”, conta o presidente da Funcaju, Luciano Correia.

Para as apresentações, os produtos serão compostos na linha do pré-gravado ao vivo. Dessa forma, as apresentações contarão com toda uma estrutura  montada em estúdio, com captação de áudio digital, direção de fotografia, iluminação, criando verdadeiros shows, que serão exibidos ao longo dos sete dias.

“Esse produtos serão entregues aos artistas, que sairão com uma espécie de portfólio. Isso é um importante porque os ajudará no mercado de trabalho, em suas carreiras profissionais”, afirma Luciano Correia.


Fonte: Agência Aracaju de Notícias