Entretenimento

19/02/2020 às 19h01

The Baggios enaltece a cultura sergipana no videoclipe ‘Limaia’

Redação Portal A8

A banda sergipana The Baggios lançou nos últimos dias o videoclipe “Limaia”. No material, o trio musicista enalteceu a cultura sergipana.

No YouTube, a banda já atingiu o patamar de quase 50 mil visualizações, onde, inclusive, descreve o significado do nome “Limaia”.

De acordo com as informações contidas na rede social, “Limaia” vem das linhas de ferro que são misturadas com pólvora para dar grande brilho ao rojão das espadas. “Essa por sua vez é feita de pedaços do caule de bambu ôco, onde é socada uma grande quantidade de pólvora com limalha, argila (para tapar a frente e o fundo da taboca) e amarrada por cordas de sisal para reforçar o bambu. Essa peça de fogo de artifício que corre no chão, zigue-zagueando, é coisa típica do São João nordestino e principalmente em Sergipe, onde há uma tradição de guerra de espadas ou limaias como é conhecido os busca-pés (um tipo de espada que explode) de tamanho avantajado”, registra.

Ainda na rede, o grupo apontou a curiosidade sobre o município de São Cristóvão referente a questão cultural. “A Caceiteira de Mestre Rindú, existente há mais de 130 anos, criou o ritual do cortejo para festejar a entrada do seu principal mês. Com esse cortejo originou-se a festa do mastro da cidade, onde os moradores buscam na mata uma árvore velha e a coloca no meio de uma praça, penduram prêmios diversos e armam uma fogueira no seu tronco cantando até a madrugada, esperando o mastro cair e assim garantirem seus presentes”, expôs.

“A música é feita com zabumba, tarol, ganzá e cantigas antigas e tem muita dança, tudo isso somado a  espadas, busca-pés, pitus e bombas. Em 1978 um grupo de moradores mais rebeldes levaram cachaça para os cortejos deixando o Mestre Rindú contrariado, e isso fez gerar o grupo da caceteira dos macacões com a turma que gostavam de uma farra mais intensa regada a álcool”, finaliza.

Confira o clipe da The Baggios: