Brasil

10/01/2020 às 17h48

Contra gravidez precoce, ministério incentivará iniciação sexual tardia

R7

O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), conduzido pela ministra Damares Alves, divulgou nota nesta sexta-feira (10) anunciando que formula política

Foto: Divulgação/ALMG/Flavia Bernardo
pública para abordar os benefícios da iniciação sexual tardia por adolescentes como estratégia de prevenção primária à gravidez na adolescência. 

A pasta esclarece que o estímulo à iniciação sexual tardia não vai se contrapor às políticas de estímulo ao uso contraceptivos, mas será complementar. 

De acordo com a nota, estudos científicos apontam "êxito nos resultados dessa alternativa de iniciação sexual em idade tardia, considerando as vantagens psicológicas, emocionais, físicas, sociais e econômicas envolvidas, sem que isso implique em críticas aos demais métodos de prevenção existentes".


Fonte: R7