Brasil

05/08/2010 às 17h27

Correios adiam data da prova de concurso com mais de um milhão de inscritos

Redação Portal A8

Marcada inicialmente para o dia 19 de setembro, a data de prova do concurso dos Correios foi adiada e está prevista para acontecer no dia 21 de novembro. A decisão foi tomada por medida de segurança, segundo o novo presidente da empresa, David José de Matos. Matos afirma que com o prazo maior é possível realizar um processo seletivo com mais segurança e melhor logística, além de os candidatos terem mais tempo para estudar.

Segundo a assessoria de imprensa dos Correios, a nova data ainda será conversada com a Cesgranrio (responsável pela prova) na semana que vem. Cabe à organizadora confirmar o novo dia.

Outros pontos do concurso que serão analisados pela nova presidência serão a segurança para a hora do exame e o transporte da prova, bem como a duplicidade de inscrições - um mesmo candidato hoje pode se inscrever diversas vezes para cargos diferentes.

Os Correios ainda informaram que serão contratados diretamente 4 mil funcionários temporários para a maior demanda do final do ano, já que os aprovados no concurso só poderão assumir o cargo no ano que vem devido às eleições.

Apesar de as incrições terem sido encerradas em fevereiro, os Correios demoraram cinco meses para definir a organizadora do processo seletivo e responsável pela prova. A Anpac (Associação Nacional de apoio aos Concursos) chegou a enviar uma carta à empresa com o pedido de esclarecimentos sobre o atraso da realização do concurso. A informação de que a prova seria no dia 19 de setembro foi divulgada no dia 23 de julho.

Cargos e salários

Mais de um milhão de pessoas se candidataram às 6.565 oportunidades de nível médio e superior com salários entre R$ 703 e R$ 3.731.

Das oportunidades oferecidas no concurso, 6.065 exigem apenas nível médio de escolaridade dos candidatos. A maior parte - 5.344 vagas - são para carteiro. Há ainda 200 chances para operador de triagem e 521 para atendente comercial. Todas as funções com salário inicial de até R$ 706,48.

Já as vagas para candidatos com nível superior são para administrador, advogado, analista de desenvolvimento de sistemas, arquiteto, assistente social, engenheiro (civil, de produção, eletricista, eletrônico e mecânico), psicólogo, auxiliar de enfermagem, enfermeiro, engenheiro de segurança do trabalho, médico do trabalho e técnico em segurança do trabalho. Para essas funções, a remuneração inicial é R$ 3.138,37.Para todos os funcionários são oferecidos benefícios como assistência e vale-alimentação.

 

Fonte: R7