Brasil

07/05/2010 às 14h17

Sergipe ainda não alcançou meta de vacinação da gripe H1N1

Redação Portal A8

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, anunciou na manhã desta sexta-feira (07), que dez Estados do país já alcançaram a meta de vacinação contra a influenza A (H1N1), mais conhecida como gripe suína. Sergipe ainda não consta na lista.

Segundo o ministro da Saúde, os Estados do Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Goiás, Rio Grande do Sul, Acre, Minas Gerais, Paraíba, Distrito Federal e Piauí já imunizaram mais de 80% do público-alvo convocado nas três etapas da campanha. Dois outros Estados, Espírito Santo e Amapá, estão quase alcançando a meta, e já podem ser incluídos na lista.

Os Estados com os piores índices de vacinação são Amazonas, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Bahia e Roraima. Este último alcançou até esta quinta-feira (6) cerca de 49% de imunizados do público-alvo.

Até as 13 horas desta sexta-feira, cerca de 47,6 milhões de pessoas já se vacinaram em todo o país. O ministro convocou a população para ir aos postos de saúde neste sábado (8) para o "grande dia D da vacinação no Brasil". Amanhã é o último dia de imunização para jovens entre 20 e 29 anos, portadores de doenças crônicas com menos de 60 anos e crianças entre seis meses e dois anos.

A vacinação das gestantes foi novamente estendida e continua até o fim da campanha, em 21 de maio. As grávidas são o grupo com adesão mais baixa, em torno de 63%, e o que sofre mais riscos. Em 2009, a mortalidade em gestantes foi 50% maior que na população geral. Com a extensão do prazo, o governo espera atingir pelo menos a meta de 80% para esse grupo.

Crianças devem tomar segunda dose

O ministro reiterou ainda que as crianças entre seis meses e dois anos precisam tomar a segunda meia dose da vacina, que deve ocorrer 30 dias depois da primeira. Esse intervalo é o tempo necessário para o organismo produzir maior número de anticorpos e garantir maior imunidade contra a doença.

Além disso, na próxima segunda-feira (10) a campanha de vacinação entra na sua última etapa, com a imunização das pessoas entre 30 e 39 anos em todo o país. O governo pretende vacinar cerca de 30 milhões de pessoas nessa faixa etária.

Com informações do R7