Brasil

13/01/2010 às 09h30

Testemunha de triplo homicídio presta depoimento e sofre enfarte

Redação Portal A8

O vendedor Gilson da Silva Marinho, que escapou de morrer na noite da última segunda-feira, durante uma tentativa de assalto em Piaçabuçu, sofreu um enfarte, após prestar depoimento ao delegado Dárcio Pacheco. Ele foi socorrido e atendido no Hospital do município, mas seu estado de saúde ainda não foi divulgado.

Durante o depoimento, Gilson da Silva Marinho disse que ao retornar para o Povoado Pontal do Peba, em Piaçabuçu, foi perseguido pelos ocupantes de um Polo Sedan prata e tentou pedir ajuda em um posto policial, mas foi capturado pelos elementos e teve R$ 600 roubados.

 

Enquanto era assaltado, o policial civil de Sergipe, Sérgio Figueiredo de Souza, tentou intervir para abortar a ação, mas foi assassinado à queima roupa. Além dele, José Jamyle e o barbeiro Francisco Calixto dos Santos, 68 anos, popularmente chamado "Chico Baia", também foram assassinados.

 

Testemunhas
Segundo o delegado Dárcio Pacheco, também foi ouvido na tarde desta terça-feira uma testemunha do triplo homicídio. Carlos Eduardo da Silva afirmou que passava pelo local dos assassinatos, quando se deparou com os ocupantes de um Pólo, assaltando o vendedor de pexie. Minutos depois, as três pessoas foram assassinadas.

 

"Ele não acrescentou muitas novidades em seu depoimento, já que as informações repassadas por ele nós já tínhamos. Mas iremos continuar as investigações e tentarmos capturar os suspeitos", frisou o delegado, ao garantir que o inquérito será conduzido pela Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) e não terá participação da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, já que o triplo homicídio ocorreu em Alagoas.

 

Fonte: Tudo na Hora