Brasil

04/01/2010 às 14h49

Adição de 5% de biodiesel ao diesel já vigora

Redação Portal A8

Desde o dia 1º deste ano, a mistura de 5% de biodiesel ao diesel é obrigatória no País. Com o aumento do percentual, que antes era de 4%, a economia será de R$ 1,4 bilhão por ano, de acordo com a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), por conta da redução das importações de óleo diesel.

Além disso, a agência espera diminuir em 3% a emissão de dióxido de carbono, a cada litro da nova mistura. A adição de 5% ao diesel seria obrigatória somente a partir de 2013. Porém, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, anunciou a antecipação da obrigatoriedade em outubro do ano passado.

O motivo para a antecipação, segundo afirmou o presidente, é a geração de emprego e renda e o fortalecimento da agricultura familiar.

Aumento da produção

Com a antecipação do prazo, o Ministério de Minas e Energia espera que neste ano a produção de biodiesel aumente para 2,4 bilhões de litros. Segundo dados da ANP, a produção chegou a 1,291 bilhão de litros no ano passado.

Em novembro, foram adquiridos 575 milhões de litros da nova mistura, conhecida como B5. A aquisição foi feita por meio de leilão, o primeiro para a nova mistura combustível.

Em janeiro de 2007, o B2 - combustível com 2% de biodiesel - começou a circular. Desde então, o percentual vem aumentando.

Fiscalização

Para fiscalizar o cumprimento da nova regra, a ANP exige da Petrobras e Refap - únicas compradoras de biodiesel nos leilões da ANP - documentos que atestem a aquisição de biodiesel pelas distribuidoras de combustíveis.
Além disso, a Agência efetua análises de fiscalização nos postos das revendedoras.

Fonte: Infomoney