Brasil

07/10/2009 às 10h45

Comissão do Senado deve discutir hoje mudanças no Conselho de Ética

Redação Portal A8

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado deve discutir nesta quarta-feira um projeto para mudar o Conselho de Ética da Casa, que virou alvo de críticas depois que 11 pedidos de investigação do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) foram arquivados.

Sarney era acusado de beneficiar parentes e aliados com cargos e aumento de salários, o que ficou conhecido como o escândalo dos atos secretos. Sarney nega todas as acusações.
A proposta da comissão é dar voz a todos os partidos, que devem indicar dois representantes para o conselho: o líder como titular e um suplente. Hoje, somente os partidos que têm um número mínimo de senadores é que podem indicar os membros do colegiado.

O projeto também quer barrar no conselho os senadores fichas sujas, ou seja, os que respondem a processos por crimes do Código Penal e crimes financeiros, como lavagem de dinheiro, ou tenham suas contas de campanha rejeitadas pela Justiça eleitoral.

Fonte: Agência Brasil