Economia e Inovação

Por: Sudanês B. Pereira

09/05/2023

O silencioso e Crescente Mercado de IoT

A Internet das Coisas (IoT) pode significar coisas diferentes para pessoas diferentes, mas inegavelmente envolve muitos dispositivos e muitos dados. Alguns desses dispositivos são geralmente encontrados em nossas casas, embora algumas das pessoas nunca tenham ouvido falar da IoT. Graças ao desenvolvimento de tecnologias de comunicação como 5G e análise de dados usando IA e aprendizado de máquina, a IoT possui aplicativos que variam de relógios inteligentes a infraestrutura de cidades (cidades inteligentes).

Um levantamento da Zippia, “Insightful Internet of Things Statistics [2023]: IoT Data + Trend”, revela que a Internet das Coisas (IoT) é talvez a tecnologia digital que mais cresce sem fazer muito barulho.

O mapeamento mostra a aceleração do segmento que se beneficia da ampliação do 5G nos países. É certo que a Internet hoje possui uma série de recursos úteis, com o 5G, os sensores, a capacidade de processamento, softwares e outras tecnologias que conectam e trocam dados, a IoT só tende a crescer.

PRINCIPAIS INDICADORES DE IOT AO LONGO DO TEMPO

Assim como a Internet se expandiu e ganhou mais funcionalidades ao longo do tempo, a IoT também. A parcela de dispositivos no mundo que são IoT - objetos físicos incorporados a sensores, software e outras tecnologias com o objetivo de conectar e trocar dados com outros dispositivos e sistemas pela internet - atingiu pela primeira vez 50% em 2019, e continua crescendo. Em 2010, apenas 9% dos dispositivos eram IoT. Estima-se que em 2023 os dispositivos IoT alcancem 66%.

Grande parte do volume de dados que trafega pela internet atualmente é gerado por dispositivos inteligentes e não por pessoas. Estima-se que existem 21,5 bilhões de dispositivos IoT em todo mundo em 2023. Ver no gráfico abaixo a evolução do compartilhamento de dispositivos IoT no mundo, no período de 2010-2023.

{{value.image}}
Compartilhamento de dispositivos IoT no Mundo (2010-2023)

O levantamento mostrou que entre 2018 e 2022 os gastos com IoT no mundo aumentaram 54,8%. Segundo a Zippia, os gastos com IoT em 2018 foram de US$ 646 bilhões. Em 2022, os gastos atingiram US$ 1 trilhão. Estima-se que até o final de 2023 os gastos alcancem cerca de US$ 1,4 trilhão. Ver tabela abaixo.

{{value.image}}
Gastos no mundo com IoT (2018-2023)

Os gastos dos consumidores com dispositivos IoT crescem anualmente. Segundo a Zippia, em 2022 os consumidores gastaram cerca de US$ 134 bilhões em dispositivos IoT, ver o gráfico abaixo. Os gastos com dispositivos IoT devem ultrapassar US$ 170 bilhões até 2025.

{{value.image}}
Gastos do consumidor com dispositivos IoT em US$ Bi

Segundo a pesquisa, cerca de 75% de todos os dispositivos serão dispositivos IoT até 2025. A projeção é de 29,42 bilhões de dispositivos IoT conectados até 2030. Os números desse segmento são todos grandes, estima-se que até 79,4 zettabytes de dados serão gerados por dispositivos IoT em 2025. Além disso, espera-se um mercado de IoT de US$ 3,35 trilhões até 2030.

PRINCIPAIS VERTICAIS E USOS

Existem muitas verticais de adoção para a IoT, de dispositivos vestíveis a carros inteligentes, casas inteligentes, cidades inteligentes e até equipamentos industriais.

Hoje, todos os tipos de indústrias verticais e mercados de consumo usam dispositivos IoT, com o segmento de consumo respondendo pela maior parcela do mercado de dispositivos IoT, com aproximadamente 35% do mercado total de dispositivos IoT em 2020. Essa participação deve crescer nos próximos dez anos para cerca de 45%.

Os smartphones são os dispositivos IoT mais usados no segmento de dispositivos de mídia e Internet do consumidor, atuando como conectores entre muitos dispositivos inteligentes. Veículos conectados, terminais de pagamento, rede inteligente, automação predial, circuito fechado de televisão (CFTV) e alarmes de segurança e incêndio são outros casos de uso de IoT em que a receita global deve atingir e, em muitos casos, superar a marca de US$ 50 bilhões.

De 2020 a 2030, a receita anual de dispositivos de mídia e Internet para consumidores, deverá saltar de US$ 2,7 bilhões para US$ 25 bilhões. Observem também que a receita de IoT de veículos conectados deverá aumentar significativamente ao longo dos próximos dez anos, assim como os terminais de pagamento e rastreamento e monitoramento de ativos. Ver a figura abaixo.

{{value.image}}
Receita global de IoT 2020-2030, por uso (em US$)

A internet das coisas é importante para consumidores e diversos mercados da atividade econômica. A magnitude dos gastos com IoT mostra a força dessa tecnologia, os gastos devem atingir o recorde histórico de US$ 1,4 trilhão em 2023 e continuarão crescendo a uma taxa anual de 26% até 2030.

¡Excelente semana!

Sobre o blog

Economista, com formação na Universidade Federal de Sergipe (UFS), Mestre em Geografia (desenvolvimento regional) e Especialista em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). Experiências no setor governamental (municipal e estadual), setor privado (Associação Comercial Empresarial de Sergipe - ACESE e Federação do Comércio de Bens e Serviços e Turismo - Fecomércio), foi professora substituta no Departamento de Economia na UFS, pesquisadora e uma das fundadoras do Núcleo de Propriedade Intelectual, hoje Cintec-UFS.

Arquivos