Brasil

20/04/2017 às 08h21

PRF começa Operação Tiradentes para diminuir acidentes nas estradas

Agência Brasil

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou à meia-noite desta quinta-feira (20) a Operação Tiradentes com objetivo de reduzir o número de acidentes nas estradas durante o feriado prolongado. A operação, que ocorrerá até as 23h59 de domingo (23), terá 2.047 viaturas, 928 motocicletas, 2.714 etilômetros, também conhecido como bafômetros, e 203 radares portáteis.

Segundo a PRF, as ações ostensivas e de prevenção envolverão todo o efetivo da corporação, que tem mais de 10 mil policiais, em atividades operacionais e administrativas em todos os estados. As fiscalizações serão concentradas nos locais e horários de maior incidência de acidentes e crimes, de acordo com estatísticas do órgão.

No feriado da Semana Santa, entre os dias 13 e 16 deste mês, a PRF registrou 60 mil flagrantes de excesso de velocidade. Mais 5,8 mil motoristas foram autuados por ultrapassagens em locais proibidos.

De acordo com a PRF, serão feitas durante a Operação Tiradentes ações educativas na tentativa de sensibilizar motoristas e passageiros sobre cuidados nas estradas.

Em nota, a PRF informou que, em alguns postos, condutores serão convidados a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências de tais condutas. “Os motoristas terão oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar novos hábitos”, informou a corporação. Somente no feriado da Semana Santa, mais de 42 mil pessoas assistiram aos vídeos.

Cuidados

Com o aumento relevante do fluxo de veículos nas rodovias federais, incluindo ônibus e veículos de carga, a Polícia Rodoviária Federal diz que o planejamento da viagem é fundamental para reduzir os riscos de acidentes. “A PRF alerta que esse planejamento deve levar em consideração a duração da viagem, a hora prevista de chegada ao destino e pontos de parada para alimentação, descanso e abastecimento. A falta de planejamento pode resultar no excesso de velocidade, quando o condutor quer chegar ao destino mais rápido, consequentemente, aumenta os riscos de acidentes”, diz nota da corporação.

Durante a operação serão priorizadas ações preventivas para a redução da violência nas rodovias federais, onde serão desenvolvidas atividades direcionadas ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, ao uso inadequado do cinto de segurança e de dispositivos de retenção para crianças e às ultrapassagens indevidas.


Fonte: Agência Brasil