Sergipe

30/08/2019 às 11h18

Eleição em Riachão do Dantas ocorrerá neste domingo

Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe

O juízo da 4ª Zona Eleitoral (ZE) de Boquim, que possui jurisdição sobre os municípios de Arauá, Pedrinhas e Riachão do Dantas, entra na etapa final de preparação da eleição que elegerá o novo prefeito e vice-prefeito do município de Riachão do Dantas. O juiz Eládio Pacheco Magalhães é a autoridade responsável pela organização do pleito que será realizado no dia 1º de setembro (domingo).

O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) criou uma página específica contendo as informações mais relevantes sobre a eleição em Riachão. Os atos normativos que regulamentam a eleição, questões técnicas sobre correspondência das urnas e outras informações relevantes podem ser acessadas pelo link http://www.tre-se.jus.br/eleicoes/eleicoes-suplementares/eleicoes-suplementares.

 

ELEITORADO e DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

Em Riachão, pouco mais de dezesseis mil eleitores estão habilitados a votar, os quais serão distribuídos em 55 seções, nos 22 locais de votação disponíveis.

No dia da eleição, leve um documento oficial com foto: carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho, Documento Nacional de Identidade (DNI) ou carteira nacional de habilitação.

Tenha sempre em mão seu título de eleitor, já que nele constam informações sobre a zona e a seção eleitoral. Se preferir, baixe o aplicativo e-Título (título de eleitor em meio digital, disponível para Androidou iOS), que substitui documento oficial com foto.

 

URNAS ELETRÔNICAS

As 66 urnas eletrônicas que serão utilizadas em Riachão já foram testadas, carregadas e lacradas. Do total, 55 correspondem a urnas de seção e 11 são urnas reservas (contingência). A cerimônia de carga e lacração ocorreu no dia 27 de agosto, cinco dias antes da data do pleito.

O secretário de tecnologia da informação do TRE-SE, José Carvalho Peixoto, explicou que o processo de preparação é o mesmo que o de uma eleição geral, o que difere é o quantitativo de urnas, por ser um município pequeno. “Os programas são os mesmos que foram utilizados nas eleições em 2016, porque essa eleição suplementar se refere às eleições de 2016”.

 

APURAÇÃO

Concluída a votação, as mídias eletrônicas serão retiradas das urnas e os dados contendo o resultado da votação serão transmitidos para o TRE-SE diretamente da sede do cartório eleitoral da 4ª ZE, em Boquim.

O juiz eleitoral responsável pela condução do pleito fará publicar os relatórios de totalização na Zona Eleitoral. Outra maneira de acompanhar a totalização do resultado é por meio do aplicativo divulga, que pode ser baixado nas plataformas digitais, ou acessar pelo site da Justiça Eleitoral, no link http://divulga.tse.jus.br/oficial/index.html.

 

SEGURANÇA

A Justiça Eleitoral de Sergipe, como de praxe em todos os pleitos que organiza, contou com a colaboração da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe. Reuniões entre o comando das forças de segurança pública e representantes do Tribunal consolidaram o planejamento da securitização da eleição em Riachão.

A Polícia Militar atuará na guarda das urnas eletrônicas, desde o momento da instalação nos locais de votação, programada para ocorrer no sábado (31/8), véspera do pleito, bem como fará o policiamento ostensivo durante o domingo (1/9), dia da eleição.

 

CANDIDATOS

Três chapas foram registradas junto à Justiça Eleitoral. Os candidatos que disputam a eleição suplementar são: 

NÚMERO

PARTIDO

NOME DO CANDIDATO

NOME PARA URNA

VICE-PREFEITO

20

PSC

Manuela Lisboa Costa

Manuela Costa

Maria Josinete Lopes de Almeida

Nome para urna: Netinha

13

PT

Pedro Santos Oliveira

Pedro da Lagoa

Jose Doriedis Santos Ribeiro

Nome para urna: Jose Doriedis

65

PC do B

Simone Andrade Farias Silva

Simone de Dona Raimunda

Lucivaldo do Carmo Dantas

Nome para urna: Galego da Samba

 

Entenda o porquê da nova eleição

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) confirmou, durante a sessão plenária do dia 17 de junho do corrente ano, a decisão que cassou os mandatos dos representantes do Executivo do município de Riachão do Dantas-SE. A chapa majoritária, eleita em 2016,foi cassada em razão dos candidatos, na véspera do pleito,terem divulgado pesquisa sem registro na Justiça Eleitoral (JE). O mandato dos novos eleitos terminará no dia 31 de dezembro de 2020.


Fonte: Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe