Sergipe

26/08/2019 às 08h11

Policial morre e outras duas pessoas são atingidas por tiros em Areia Branca

Redação Portal A8

Por volta das 23h30 deste domingo (25), dois policiais e uma adolescente foram vítimas de disparos de fogo no povoado Pedrinhas, município de Areia Branca. O soldado Genézio Monteiro da Cruz morreu. De acordo com as informações, durante o evento, um homem, identificado como Luis Fernando Rocha dos Santos, que é ex-presidiário, começou a fazer disparos em meio às pessoas, momento em que o policial foi atingido. O soldado chegou a ser socorrido para o Hospital Regional de Itabaiana e, em seguida, foi transferido para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse),onde foi estabilizado, mas em seguida morreu.

De acordo com as informações do capitão George Xavier, comandante do policiamento de Areia Branca, o crime teria acontecido após uma festa na cidade. "No término da cavalgada ouvimos disparos nas imediações do trio, saímos em direção, e os músicos nos mostraram o local onde o indivíduo que efetuou os disparos teria ido, no final do percurso, ouvimos uma sequência de disparos,  e ao chegarmos em determinado ponto, encontramos um aglomerado de pessoas, e o indivíduo deitado no chão com a arma de fogo."

Ainda segundo o capitão George Xavier, não há informações sobre o que teria motivado o crime. As vítimas foram identificadas como soldado Genézio Monteiro da Cruz, que após ser atingido, sofreu duas paradas cardíacas e morreu; sargento André, atingido na perna, atendido e liberado; e a adolescente ainda sem identificação, baleada na altura do pé, também atendida e liberada. O suspeito de efetuar os disparos  foi identificado como Luis Fernando Rocha dos Santos, egresso do sistema prisional, e residente em uma comunidade na cidade de Laranjeiras, ele foi encontrado logo em seguida em um terreno baldio nas imediações da praça onde acontecia o evento, ele chegou a ser atingido por disparos e encontra-se custodiado em um hospital.

O soldado Genézio Monteiro da Cruz , 30 estava lotado na Força Tática do 11º Batalhão da Polícia Militar (11º BPM) e na noite desse domingo, 25, desempenhava suas atividades no efetivo policial que fazia a segurança em um evento realizado no povoado Pedrinhas, em Areia Branca. O soldado atuava há cinco anos e um mês na unidade, é natural de Itapicuru (BA) e residia na cidade de Lagarto (SE).