Sergipe

07/08/2019 às 11h27

Assessores do deputado federal Valdevan Noventa presos pela Polícia Federal têm liberdade provisória concedida

Redação Portal A8

Os assessores do deputado federal Valdevan Noventa (PSC) foram liberados por volta das 11h desta quarta-feira (07). Eles ficaram custodiados na 2ª Delegacia Metropoliana, desde a tarde desta terça-feira (06) quando foram presos pela Polícia Federal, cumprindo os mandados de prisão expedidos pela 2ª Zona Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral, atendendo ao pedido do ministro Celso de Melo, do Supremo Tribunal Federal (STF), mas que mudou a sentença na noite desta terça-feira (06) e autorizou a manutenção da liberdade provisória do deputado federal Valdevan Noventa (PSC), acusado de desvio de recursos públicos e compra de votos nas eleições de 2018 e dos assessores.

 

O deputado federal teria que voltar a cumprir a medida cautelar de usar tornozeleira, segundo decisão do ministro Celso de Mello, que  suspendeu as decisões da Justiça Eleitoral e que tinha dado direito ao deputado federal Valdevan Noventa (PSC) de retirar a tornozeleira e tomar posse em Brasília.

Nesta segunda-feira (05), o mesmo ministro, Celso de Mello, (STF) indeferiu o pedido de Habeas Corpus impetrado pela defesa do deputado federal pedia a revogação de sua prisão preventiva, sendo assim, Valdevan voltaria à prisão, mas com a decisão dessa terça-feira (06), Valdevan fica em liberdade.

Este salvo-conduto, frisou o ministro Celso de Mello, terá validade “até final julgamento do presente agravo interno”. Dessa forma, o parlamentar volta a ficar apto para o exercício do mandato no Congresso Nacional.