Sergipe

05/08/2019 às 13h34

Deacav ficará responsável pelas investigações da prisão em flagrante de advogado por estupro de vulnerável

SSP/SE

A delegada Mariana Diniz informou nesta segunda-feira (5) que a Delegacia de Atendimento à Criança e ao Adolescente Vítima (Deacav) ficará responsável pelas investigações do estupro de vulnerável praticado no sábado (3) em um supermercado da capital. A unidade do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) já recebeu o inquérito policial sobre a prisão em flagrante do advogado André de Jesus Santana, suspeito da prática do crime.

De acordo com as investigações, o crime foi praticado no banheiro do estabelecimento comercial. Os funcionários do supermercado perceberam a atitude do suspeito e acionaram a segurança do estabelecimento comercial, que chamaram a Polícia Militar. O suspeito foi conduzido ao DAGV, onde foi lavrado o flagrante. Em audiência de custódia, diante das circunstâncias, a prisão foi decretada.

A delegada Mariana Diniz explicou que, logo após o caso chegar ao plantão da unidade, foram iniciadas as investigações por meio dos depoimentos das testemunhas, do autor e também da conversa com a vítima e a mãe da criança. “O fato chegou ao conhecimento do plantão do DAGV na tarde do sábado, onde a delegada, após colher todas as informações, ouvir a vítima, testemunhas, autor, chegou à conclusão de que realmente o fato criminoso foi consumado. O suspeito foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável”, frisou.

A delegada Annecley Figueiredo, que presidirá o inquérito policial, detalhou que, após o processo de depoimentos, as investigações terão continuidade para que o inquérito policial instaurado seja concluído e possa ser remetido para a Justiça. “O auto de prisão em flagrante já foi recebido pela Delegacia de Atendimento à Criança e ao Adolescente Vítima (Deacav). Nós faremos os encaminhamentos necessários para toda rede de proteção, e temos o prazo de dez dias para finalizar o inquérito e fazer o encaminhamento ao judiciário”, ressaltou.

 

 


Fonte: SSP/SE