Sergipe

11/07/2019 às 12h34

Casas desabaram em Japaratuba, interdição de pontes e inundações registradas em Sergipe

Defesa Civil Estadual

Foto: Defesa Civil
A incidência de chuvas em Sergipe segue até esta sexta-feira, 12 de julho, segundo previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil da secretaria de Estado da Inclusão, Assistência Social e do Trabalho (Depec/Seit) segue, nesta quinta-feira, 11, em diligências em diversos pontos do estado. Até o momento, não houve registro de feridos e as famílias desabrigadas estão sendo atendidas pelas equipes de Assistência Social e Defesa Civil dos respectivos municípios.

Parte da equipe se dirigiu até o município de Japaratuba no início desta manhã, onde ocorreu o desabamento de cinco residências na Rua México, bairro Centro. Após a vistoria, a Defesa Civil Estadual constatou que o volume de terra deslocado pelo colapso do sistema de drenagem da cidade foi de 5m de largura por 30m de comprimento e 12m de profundidade. Outras 12 casas em risco também foram interditadas. As famílias foram retiradas do local e estão sendo atendidas pelas equipes da Assistência Social da prefeitura. Fernanda Andrade, da secretaria de obras de Japaratuba; e o coordenador de Defesa Civil de Santo Amaro, Júlio César Vieira, foram recebidos pela secretária Lêda Lúcia Couto e pela equipe da Defesa Civil Estadual na manhã desta quinta.

Outra equipe da Defesa Civil Estadual se dirigiu até o município de Riachuelo para atender uma ocorrência de erosão no entorno da BR-101. Em São Cristóvão, na grande Aracaju, a Defesa Civil do município informou uma ocorrência envolvendo a queda de uma árvore sobre uma residência na região conhecida como Alto de Itabaiana, sem feridos. As famílias estão indo para as casas de familiares.

Em Estância, três pontes foram interditadas em consequência do aumento do nível do rio Piauitinga, sendo que uma delas (que dá acesso ao povoado Bomfim) foi liberada no final desta manhã, em razão do recuo do rio. O Complexo XPTO foi fechado temporariamente até que a situação se normalize. Na zona rural, no trecho que dá acesso ao povoado Muculanduba, outras duas pontes também estão intransitáveis em decorrência das chuvas, segundo informações da Defesa Civil Municipal.

Em Aracaju, as ações seguem em apoio à Defesa Civil Municipal. Para dar suporte à operação realizada no Largo de Aparecida, bairro Jabotiana, a Defesa Civil Estadual solicitou reforço ao Corpo de Bombeiros. “Já há um Bote do Corpo de Bombeiros e estamos deslocando mais um, que está vindo de Propriá para atender as demandas da capital. O equipamento estará à disposição das equipes, assim como uma guarnição de guarda-vidas”, disse o cel. Alexandre José, diretor da Defesa Civil Estadual. O governo de Sergipe está fazendo o monitoramento aéreo das regiões afetadas em todo o Estado, e reuniu o Comitê de Segurança de Barragens no final da manhã desta quinta-feira, para avaliação.

De acordo com o Inmet, caiu uma média de 50 mm nas últimas 24h em todo o Estado e há possibilidade de pequenos deslizamentos e alagamentos em áreas de risco. O relatório também aponta permanência de chuvas em 65 municípios. Por conta disso, a Defesa Civil Estadual mantém as orientações relacionadas ao período chuvoso e recomenda que a população se mantenha atenta e evite enfrentar o mau tempo - redobrando a atenção às alterações nas encostas e evitando o uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

As ocorrências citadas foram registradas até as 11h da manhã desta quinta-feira, 11 de julho. Até o final do dia, as informações serão atualizadas. As equipes da Defesa Civil Estadual e as coordenadorias municipais seguem em alerta, acompanhando as ocorrências registradas. Emergências podem ser informadas pelo número 199 na capital e, no interior, também pelo 193.


Fonte: Defesa Civil Estadual