Sergipe

10/06/2019 às 17h22

Comerciantes apelam pela suspensão de ponto facultativo do dia 21

Ascom/CDL

“O mês de junho representa muito para os sergipanos, relativamente às comemorações dos festejos juninos, que acabam impulsionando as vendas ante a procura de variados produtos no comércio, em razão das nossas tradições e da decisiva participação do poder público neste contexto, ao promover eventos massivos de forró”. Com este apelo e em ofícios endereçados ao governo do Estado e prefeitura de Aracaju, os presidentes da CDL-Aracaju e FCDL-Sergipe, Brenno Barreto e Edivaldo Cunha, reforçaram o desejo de os lojistas sergipanos para a não decretação de ponto facultativo no dia 21 de junho, um dia após o feriado de Corpus Christi, comemorado este ano no dia 20, uma quinta-feira.

Os integrantes das entidades lojistas afirmaram ser “também o mês de junho apropriado às vendas em função dos festejos e Dia dos Namorados, porém com dois feriados já declarados – 20, Corpus Christi, e 24, São João, pode acarretar numa feriadão prolongado caso haja decretação, estimulando a fuga de pessoas dos seus municípios”.

Dessa forma, a CDL e FCDL apela para que, “com a colaboração do prefeito Edvaldo Nogueira e do governador Belivaldo Chagas, haja o deferimento da presente solicitação, no sentido da não decretação do ponto facultativo como forma de incentivo às vendas nos dias 21 e 22 de junho, após o feriado nacional de Corpus Christi”, pontua o ofício.

De acordo com a FCDL, a entidade também enviará o mesmo apelo aos prefeitos municipais onde a federação tem participação com suas CDLs, no sentido de unificar a solicitação em nível estadual. A FCDL conta com 17 filiadas em Sergipe, inclusive em municípios jurisdicionados.


Fonte: Ascom/CDL