Sergipe

28/05/2019 às 12h23

Pai do piloto afirma que filho foi contratado por Gabriel Diniz

Com informações da ANAC

No início da tarde desta segunda-feira (27), foi confirmada a morte do cantor Gabriel Diniz após a queda de um avião de pequeno porte no povoado Porto do Mato, no município de Estância, em Sergipe. O piloto comercial Abraão Farias e o piloto privado Linaldo Xavier também estavam na aeronave e morreram.

Durante entrevista à equipe de jornalismo da TV Atalaia, o pai do piloto Abraão, Erivaldo Faria, afirmou que o filho foi contratado pelo cantor Gabriel Diniz. "O cantor Gabriel Diniz era amigo do meu filho e ele contratou Abraão, porque não havia tempo de ir de carro para Salvador para cumprir o show que ele faria, eles acertaram o valor de R$ 4 mil", explicou. Ele disse ainda que o filho era um piloto experiente. "Meu filho já tinha dez anos de aeronave, mais de duas mil horas de voos e já tinha experiência na área", ressaltou.

Após o acidente a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informou que suspendeu cautelarmente as operações do Aeroclube de Alagoas e interditou as nove aeronaves pertencentes à empresa devido ao acidente, em Sergipe. A aeronave, de matrícula PT-KLO, da fabricante Piper Aircraft é de propriedade do Aeroclube de Alagoas.

Ainda de acordo com a ANAC, o avião estava registrado na categoria Instrução e não poderia prestar serviço fora da sua finalidade, incluindo o transporte remunerado de pessoas.

 

 Veja a reportagem completa exibida no Balanço Geral Manhã de hoje (28):


Fonte: Com informações da ANAC