Sergipe

06/05/2019 às 18h33

Após anúncio de corte, IFS anuncia suspensão de despesas

Redação Portal A8

Após o anúncio do Governo Federal de corte orçamentário para a Educação, a reitoria do Instituto Federal de Sergipe emitiu uma nota afirmando que a medida afetará 30% da quantia global e atinge fortemente o custeio, no percentual de 37,68%.

Segundo a nota, os recursos garantiam o funcionamento da instituição. “Este bloqueio dificulta ao IFS honrar compromissos como água, luz, internet e os mais diversos contratos. Levando em consideração o novo cenário, medidas locais e nacionais estão sendo tomadas para reversão do quadro de dificuldade”, registrou.

Dessa maneira, o IFS direcionou um memorando circular para os professores, técnico-administrativos, alunos, colaboradores e sociedade sergipana. Dessa maneira, suspende despesas com capacitação, exceto as que já tiveram empenhado à taxa de inscrição e/ou emitido as passagens áreas.

Contudo, com a medida, o IFS informou a suspensão de todos os eventos integradores. “Que envolvam a participação de estudantes e servidores de diversos campi do IFS, exceto solenidades de formatura e/ou certificação trabalhos/atividades já aprovadas, e/ou eventosespecíficos do campus”, pontuou.

Ainda na nota, o IFS acrescentou que ficam comprometidas a “adoção de medidas de economia de água, energia elétrica, combustível e telefonia”.

Por fim, a nota apontou o cenário do ponto de vista nacional. “O IFS está participando ativamente das discussões e as ações empreendidas pelo Conselho das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), instância representativa das instituições da qual o IFS faz parte. Entre os dias 7 e 9, os membros do Conif estarão reunidos em Brasília para buscar meios de resolver a questão do corte orçamentário. Essa reunião contará com a presença de Ariosto Antunes Culau, secretário da SETEC/MEC, órgão do Governo Federal responsável pela coordenação nacional da política de educação profissional e tecnológica (EPT) do país”, alertou.

Além disso, o IFS pontuou: “a direção do Conif terá uma reunião com o ministro da educação, Abraham Weintraub, na qual se buscará reverter as medidas que impactaram no corte orçamentário dos Institutos Federais do país”.

Com o cenário “iminente de dificuldade”, o IFS ressaltou o “compromisso com a oferta da educação pública de qualidade, único caminho possível para o alcance de um modelo de país justo, desenvolvido e igualitário”.