Sergipe

05/04/2019 às 09h15

Jacaré e Jiboia são resgatados em Aracaju por equipe da Adema

Agência Sergipe de Notícias

Nesta quinta-feira (04), a equipe técnica da Administração Estadual de Meio Ambiente, Adema, resgatou dois animais silvestres na Grande Aracaju, um jacaré-do-papo-amarelo, na Zona de Expansão, e uma cobra jibóia, na Zona Oeste da capital.

O primeiro chamado foi em um condomínio residencial, no bairro Aruana. O jacaré-do-papo-amarel estava em um lago. O réptil é um animal jovem, medindo aproximadamente 1,20m de comprimento. Após a avaliação clínica dos veterinários da Adema, Camila Dantas e Daniel Allievi, foi possível constatar que o animal estava arisco, mas sem enfermidades e não apresentava problemas locomotores. “O jacaré estava extremamente agressivo, portanto foi realizada a contenção do animal e em seguida ele foi levado para a área de soltura”, disse Daniel Allievi.

Os veterinários ressaltam ainda que o aparecimento de jacarés na região da Grande Aracaju é mais constante em períodos chuvosos e alerta a população para os cuidados na hora que um animal desses for encontrado.  “Por serem animais extremamente agressivos, não é recomendado a aproximação ou manejo do réptil por leigos. A comunidade que encontrar jacarés devem imediatamente acionar a Adema”, esclarece Camila Dantas.

O segundo resgate foi no bairro Olaria. Uma cobra jibóia estava nas imediações de uma residência, no Loteamento Nova Liberdade 3. “O réptil media aproximadamente dois metros e após análise clínica veterinária, foi constatado que o espécime estava isento de enfermidades, estando apto à soltura. O animal foi solto em área de reserva ambiental”, revela a veterinária.

A equipe da ADEMA voltou a esclareceu a comunidade para não entrar em contato físico ou matar qualquer animal silvestre que apareça nas redondezas. A orientação é que ao encontrar um animal silvestre, a população deve procurar imediatamente o órgão estadual do meio ambiente que possui técnicos capacitados e treinados para manuseio desses animais. Ocorrências como essas podem ser direcionadas à Adema, de segunda à sexta-feira, das 10 às 13h, através do telefone 79 3198-7190.

Além dos veterinários estiveram presente na operação o Engenheiro Florestal Aijalon de Sousa e a estagiária em engenharia florestal, Juliana Magalhães.


Fonte: Agência Sergipe de Notícias