Sergipe

14/01/2019 às 18h22

Nestor Piva é desinterditado e volta à normalidade dos atendimentos

Agência Aracaju de Notícias
No início da tarde desta segunda-feira (14), o atendimento no Hospital Nestor Piva voltou a ser normalizado em sua totalidade, com a desinterdição pelo Conselho Regional de
Foto: Ascom/SMS
Medicina (CRM). A retomada das atividades só foi possível graças aos esforços da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), que tem feito um trabalho de forma célere e já mostra resultados, com a retomada da população procurando a assistência na unidade.
O CRM atestou a possibilidade de funcionamento, depois da composição da escala, feita pela gestão da unidade, com a supervisão da SMS. Desde o dia 8, foi desinterditada a área de Clínica Médica. Já no dia 9, foi liberada a parte de Cirurgia Clínica. Na tarde desta segunda-feira, 14, a vice-presidente do CRM, Rika KaKuda, mostrou o auto de desinterdição total do hospital Nestor Piva. “Com a escala de ortopedia refeita, com dois ortopedistas, nós desinterditamos a unidade. Logo que estiver refeita a escala médica do Hospital Fernando Franco, nós vamos fazer também sua desinterdição. No momento, vamos continuar diariamente fazendo a fiscalização, para acompanhar o andamento da obra e das escalas”, enfatizou. 
Segundo a coordenadora do Nestor Piva, Camila Oliveira, o atendimento no hospital  já está acontecendo normalmente. “Então quem nos procurar será atendido normalmente, pois já fomos desinterditados totalmente. As composições da escala da clínica médica são de quatro clínicos por turno, já da clínica cirúrgica e de ortopedista, são dois clínicos por turno. A população que precisar de atendimento será atendida, o fluxo está evoluindo muito bem e a população que necessitar pode procurar o Nestor Piva”, enfatizou Camila. 
De acordo com a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, agora que o Nestor Piva hospital está completamente aberto à população, o foco de ações será o Fernando Franco. “Agora vamos concentrar esforços para recompor a escala do Hospital Fernando Franco, para que a população possa ter o hospital aberto ao atendimento”, explicou.
Waneska Barbosa aproveitou para informar sobre as obras de reparos no Fernando Franco. “Na verdade a reforma já estava prevista, só aproveitamos que o movimento do hospital está bem menor e resolvemos fazer todas as adequações necessárias, para poder acolher a população e os servidores que serão transferidos do hospital zona Norte para o zona Sul. Assim que as escalas estiverem recompostas e o Conselho liberar, o hospital será reaberto”, afirmou a secretária.
 

Atendimentos

Desde o dia 8, quando foi desinterditada a área de Clínica Médica, o Nestor Piva realizou 1.762 atendimentos. Já no dia 9, foi liberada a parte de Cirurgia Clínica, que até o momento já realizou 158 atendimentos.  
Para a aposentada Nazilda da Silva Santos, uma das pacientes que esteve logo cedo na unidade, o atendimento está muito bom. “Cheguei com dores no braço e fui atendida com agilidade e sem problemas. Eu sempre vim aqui no Nestor Piva e demorava era muito. Hoje o atendimento foi rápido e logo realizei os procedimentos”, afirmou.
Já para a autônoma Doralice Santos Ferreira, depois de todas as mudanças, o serviço melhorou. “Não tem muita gente e o atendimento está sendo muito rápido. Achei tudo tranquilo quando cheguei, logo fui atendida e está tudo organizado”, destacou.
 
Credenciamento

A secretária ainda lembrou que o pagamento através do Recibo de Pessoa Autônoma (RPA) só poderá ser mantido até o final deste mês. Existe uma ação civil pública que proíbe a contratação de RPA, e já existe também um relatório de inspeção do próprio Tribunal de Contas, que também identifica este modo de contratação como irregular. “A medida adotada pela Prefeitura foi o credenciamento por pessoa jurídica, que está com edital publicado desde o dia 17 de dezembro e entrega dos documentos sendo realizada desde o dia 2, na sede da SMS. Quem quiser trabalhar, pode procurar a Secretaria Municipal da Saúde e entregar seus documentos para já iniciar o serviço à população”, relatou.

Fonte: Agência Aracaju de Notícias