Sergipe

06/12/2018 às 18h02

Bispo Edir Macedo inaugura Igreja Universal em Aracaju, neste domingo

Ascom IURD

Com a presença do Bispo Edir Macedo, a Igreja Universal inaugura no próximo domingo (9) o Cenáculo de Aracaju, nova sede no Estado de Sergipe.

Com capacidade para 2.300 pessoas sentadas — mais que o dobro da lotação da atual sede —, o templo conta com 9.119 m² de área construída. A igreja chegou ao Estado 1982 e tinha capacidade para acomodar apenas 120 pessoas.

Na inauguração, haverá duas reuniões especiais, conduzidas pelo Bispo Macedo, às 9h e às 18h.

O novo Cenáculo está localizado no cruzamento de duas importantes avenidas da capital sergipana — Adélia Franco com a Tancredo Neves — e fica ao lado do principal terminal de ônibus da cidade, o Terminal DIA, e do Teatro Tobias Barreto e do Centro de Convenções.

Iniciada em fevereiro de 2017, a obra foi concluída em um 1 ano e 10 meses. Ao todo, a construção gerou 200 empregos diretos e 600 indiretos.

O Cenáculo de Aracaju tem um estacionamento para 436 veículos. No entorno do templo, foram feitas melhorias no sistema viário, indicadas pelas autoridades municipais, como a abertura de cruzamento, adequação dos passeios à norma de acessibilidade, retorno e rotatórias, readequação das pinturas e sinalização viária. O custo destas reformas foi de R$ 270 milhões.

O Cenáculo de Aracaju conta com áreas de apoio como salas da Escola Bíblica Infantil (EBI); salões nobres, com capacidade para 447 pessoas; estúdios de rádio e de TV; e salas para atividades administrativas.

Sustentabilidade

A construção do Cenáculo de Aracaju também levou em conta e aplicou tecnologias sustentáveis para economizar recursos ambientais.

Por exemplo, a água da chuva é reaproveitada para irrigação e alimentação de descargas dos sanitários; a água pluvial que sobra também é guardada para evitar enchentes e enxurradas; o piso é permeável em toda a área externa; há luminárias LED, que reduzem o consumo de energia; a cobertura do templo é metálica e conta com tratamento térmico, diminuindo a carga dos equipamentos de ar-condicionado; o sistema de ar-condicionado conta com a melhor tecnologia para a eficiência energética; e existe ainda o monitoramento da geração de gás carbônico.


Fonte: Ascom IURD