Sergipe

05/12/2018 às 17h34

MPT destina recursos para Parque dos Falcões obter licença ambiental

Ascom/MPT-SE

A partir de agora, com a verba destinada pelo Ministério Público do Trabalho em Sergipe (MPT-SE), no valor de R$ 16 mil, o Parque dos Falcões, localizado na serra de Itabaiana,

Foto: Ascom/MPT
poderá iniciar o processo de licença ambiental. O termo de destinação foi assinado na manhã desta quarta-feira (5), na sede do órgão. Os recursos utilizados são originados de duas ações civis públicas, após acordos com o Cencosud e a Cervejaria Petrópolis.

Segundo o procurador do Trabalho responsável pela condução das ações, Raymundo Ribeiro, o Parque dos Falcões já é reconhecido como de utilidade pública por diversos órgãos, embora não tenha a formalização da sua licença ambiental. “Quando vislumbramos uma destinação como essa, pensamos na preservação do meio ambiente como um todo e do meio ambiente do trabalho daqueles que laboram no Parque. A licença ambiental é pressuposto para que o Parque possa desenvolver outras atividades de proteção ambiental e, eventualmente, receber novas destinações de outros órgãos para o desenvolvimento do seu mister”, explica.

O fundador do Parque, José Percílio da Costa, conta que para fazer o trabalho do Parque e receber mais aves, a licença ambiental é indispensável. “Receber essa destinação é tudo para a gente. É uma grande ajuda, não tenho nem palavras para agradecer”, finaliza.

Sobre o parque

Localizado a 45 quilômetros da Capital Sergipana, o Parque dos Falcões foi aberto ao público no ano 2000, mas a história começa quando José Percílio, ainda criança, ganha um ovo de Carcará (caracara plancus). Tito, a primeira ave do Fundador, está com 36 anos. O Instituto cuida atualmente de cerca de 400 aves, entre gaviões, falcões, corujas, socós-boi, pombos, dentre outros. O local é conhecido nacionalmente e em alta estação chega a receber 700 turistas por semana. A visitação é agendada e ocorre de terça a domingo. O Parque dos Falcões tornou-se uma referência mundial no manejo, reprodução e reabilitação desses animais, acumulando um grande conhecimento sobre o comportamento dessas aves.

 


Fonte: Ascom/MPT-SE