Sergipe

25/10/2018 às 15h05

Após lançamento, Alerta Celular SSP registra aumento no registro dos cadastros de usuários

SSP/SE
A Secretaria da Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) lançou ontem, 24, o sistema  Alerta Celular, que está disponível no Portal Cidadão da SSP e permite o cadastro do
número que identifica cada aparelho celular - IMEI). A ferramenta serve para acelerar a comunicação inicial de perda, furto ou roubo, por parte do usuário, diretamente às Polícias Civil e Militar.
 
Em menos de 24 horas, já foram registrados mais de 1.237 usuários e hoje, especificamente, mais de 143, do total de 72.623 de chips listados. Quanto ao cadastro de celulares, apenas no primeiro dia, chegou à marca de 1.011 e hoje já passou de 118, com 1.206 aparelhos registrados no sistema. Os alertas feitos na quarta-feira, 24, foram 38, e, na manhã de hoje, cinco, totalizando 69 alertas de furtos e roubos encaminhados à polícia desde o lançamento.
 
Leandro Azevedo, que é analista de sistemas do Departamento de Tecnologia da Informação da SSP (DTI), explicou a importância da utilização do novo sistema. “Com o lançamento do Alerta Celular ontem, dia 24, conseguimos identificar um alto índice de novos usuários cadastrados no Portal Cidadão SSP/SE e, consequentemente, novos dispositivos cadastrados no serviço Alerta Celular. Finalizamos o dia atingindo a marca de 1237 novos usuários e 1011 novos dispositivos em menos de 24 horas após o lançamento. Esses resultados nos trazem uma segurança de que a população irá aderir ao serviço Alerta Celular e também demonstra que a importância deste serviço foi passada com êxito aos cidadãos".
 
É importante ressaltar que, na utilização do sistema, caso não seja prestado o boletim de ocorrência, o alerta perderá a validade após dois dias da comunicação feita por meio do Alerta Celular. Além disso, recomenda-se que, caso o celular comporte mais de um chip, o usuário realize o cadastro de todos os IMEIs daquele aparelho celular, contribuindo para que a possibilidade de recuperação do bem seja ainda maior.
 

Fonte: SSP/SE