Sergipe

03/10/2018 às 10h53

Médicos de Aracaju realizam ato e decidem manter greve

Redação Portal A8

Nesta terça-feira (02), os médicos da rede municipal de Aracaju decidiram, em assembleia manter a greve que completa 73 dias nesta quarta-feira (03). 

Desta vez, a mobilização aconteceu em frente ao Ministério Público Estadual (MPE), segundo o sindicato o objetivo é sensibilizar os promotores de justiça da Saúde 

Os médicos aguardam uma resposta do prefeito para negociar sobre o impasse referente ao reajuste salarial e a implantação da Tabela Única. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o setor jurídico da PMA encaminhou ao poder judiciário sergipano e ao órgão de controle um conjunto de relatórios comprovando a falta de condições financeiras para atender aos pleitos dos trabalhadores.
A gestão informou ainda que o não reajuste ocorre devido à PMA ter se comprometido a quitar dívidas orçadas em mais de 500 milhões de reais referentes a atrasos de direitos trabalhistas.

Sobre a tabela única, a SMS informa que se fosse aplicada, a média salarial dos médicos subira de R$ 10 mil para R$14 mil. Apenas esse reajuste comprometeria mais de 60% de toda folha de funcionários municipais, sem falar do reajuste requisitado, que inviabilizaria ainda mais as finanças da gestão pública de Aracaju.