Sergipe

26/09/2018 às 11h05

Operação 'Midas' cumpre mandados de prisão de suspeitos de roubo e latrocínio em Sergipe

Com informações da SSP/SE

Policiais civis de Sergipe estão em diligências desde as primeiras horas desta quarta-feira (26) em Aracaju, região metropolitana e interior do Estado para cumprir mandados de prisão e apreensão contra crimes de roubo e latrocínio. 

O trabalho faz parte da Operação Midas, que acontece em diversos estados do Brasil. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, a Operação Midas é coordenada pelo Ministério da Segurança Pública e pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis. A ação é executada no período de 48 horas (dias 26 e 27 de setembro) por investigadores da Polícia Civil nos estados e Distrito Federal. O foco é crime de roubo e latrocínio, ou seja, crime patrimonial com violência ou grave ameaça e resultado morte, tentado e consumado.

Os trabalhos em Sergipe são dirigidos pelas Coordenadorias das Delegacias da Capital e Interior. São mandados de prisão cumpridos por delegacias metropolitanas e especializadas em Aracaju, na região metropolitana e interior do Estado.

Foi feito um levantamento pela Coordenadoria Geral do Sistema de Inteligência (Cogersisp) da Secretaria da Segurança Pública para verificar quantos mandados de prisão poderiam ser cumpridos. Como a operação está em andamento, a Polícia Civil ainda não vai detalhar a quantidade de mandados, já que esta só acaba nesta quinta-feira, 27.

Operação Midas

O nome da ação é uma referência metafórica ao conto do rei que tocava nas coisas e transformava em ouro, sendo a ganância seu principal mal, tal qual é o objetivo do autor de roubo e latrocínio, porém causando malefícios à vítima e à sociedade. Uma vez identificado como autor da subtração com violência ou morte, sua liberdade se transforma em reclusão social.


Fonte: Com informações da SSP/SE