Sergipe

19/09/2018 às 10h16

Depoimentos de adolescentes desaparecidas após festa no Bugio são contrários e investigação continua

Redação Portal A8

A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, divulgaram por meio de nota, que os depoimentos prestados pelas três adolescentes não são procedentes e ainda tem informações divergentes.

A Polícia Civil, por meio do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), comunica que as investigações sobre o desaparecimento e posterior retorno das três adolescentes após uma festa no conjunto Bugio estão em andamento, mas que as versões fornecidas inicialmente possuem informações improcedentes e antagônicas (opostas)

De acordo com a delegada Annecley Figueiredo, a adolescente de 16 anos confessou que estiveram na festa e que saíram do local por volta das 18h30. A jovem disse que, ao chegarem em um ponto de ônibus, uma das amigas encontrou um conhecido que as convidou para uma outra festa, no conjunto Marcos Freire II, em Nossa Senhora do Socorro.

Ainda segundo as informações prestadas pela adolescente, elas decidiram ir até a casa onde estaria acontecendo a outra festa e, no local, o amigo de uma delas estava com outros dois conhecidos. A jovem contou que ela e as amigas passaram o restante do fim de semana na localidade, retornando em seguida.

O DAGV segue conduzindo as investigações para chegar à versão final dos acontecimentos e posterior definição dos procedimentos a serem adotados no caso.

As equipes do DAGV ressaltam ainda o cuidado que a Polícia Civil tem com situações que envolvem crianças e adolescentes em casos de crimes devidamente comprovados ou ainda em situações de desaparecimento.

A Delegada responsável pelo caso dará informações ao concluir todas as fases da investigação.

As três jovens desapareceram no último sábado (15), segundo as mães, elas informaram que iriam para um festa no conjunto Bugio, em Aracaju. Após ampla divulgação, as meninas apareceram na última segunda-feira (17).