Sergipe

08/08/2018 às 08h36

Comunidades quilombolas ocupam sede do Incra em Aracaju

Redação Portal A8

Foto: Aline Aragão
A Sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária de Sergipe, o Incra, foi ocupada por comunidades quilombolas do município de Brejo Grande desde a noite desta terça-feira (07). Eles chegaram ontem por volta das 11h, em uma caravana com cinco ônibus, foram para Superintendência do Patrimônio da União (SPU) em Sergipe, onde formaram uma comissão com seis representantes e foram recebidos pelo superintendente às 20h, às 23h foram para o Incra onde esperam para falar com o superintendente.

 O movimento reivindica a posse de uma faixa de terra da região. No protesto, cerca de 200 quilombolas lutam pela posse de áreas declaradas da União, contudo dentro do território quilombola Brejão dos Negros, em Brejo Grande. Entre as propriedades estão a Fazenda Onça, a Ilha da Criminosa e outros 800 hectares que estão próximo à Resina.