Sergipe

11/07/2018 às 17h22

Papa Francisco nomeia o padre Valdemir Vicente como bispo auxiliar de Fortaleza

Redação Portal A8

Um dia memorável e repleto de grande júbilo para a Arquidiocese de Aracaju. O Papa Francisco acaba de nomear como bispo titular de “Castabala” e auxiliar de Fortaleza, o

padre Valdemir Vicente Andrade dos Santos, atualmente vigário geral da nossa Arquidiocese e pároco da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Siqueira Campos. Ele é um dos dois bispos nomeados nesta quarta-feira, 11, acolhendo solicitação do arcebispo de Fortaleza, dom José Antonio Aparecido Tosi Marques. O outro clérigo é o padre Júlio César, que atua na Arquidiocese de Teresina-PI. 

O padre Valdemir Vicente, de 45 anos, nasceu em Aracaju. Cursou Filosofia no Seminário Nossa Senhora da Conceição, em Sergipe e em Roma estudou Teologia. Também fez especialização em Eclesiologia, em Roma. Foi ordenado sacerdote em agosto de 2001. Além de pároco em várias localidades do Estado de Sergipe, atuou como reitor do Seminário Sagrado Coração de Jesus no Bairro Industrial; diretor espiritual no Seminário Maior Nossa Senhora da Conceição; chanceler da Cúria de Aracaju; notário nos processos das matérias reservadas à Santa Sé; membro do conselho presbiteral e Colégio de Consultores, entre outras funções.

Episcopado brasileiro

Para saudar a nomeação do padre Valdemir Vicente, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou uma nota de saudações assinada por Dom Leonardo Ulrich Steiner, bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário-geral.

“Sua trajetória já apresenta um caminho extenso de formação pessoal e de serviços prestados à Igreja no campo da pastoral e do cuidado com os aspirantes ao clero. Esse percurso, de algum modo, sugere que a Divina Providência o preparou para a missão que agora lhe é confiada de auxiliar dom José Antônio Aparecido Tosi Marques, no pastoreio da Arquidiocese de Fortaleza (CE)”, disse a nota.

Além disso Dom Leonardo, fez uma saudação ao novo bispo auxiliar de Fortaleza: “Seja bem vindo à nossa Conferência Episcopal e desejamos que o seu novo ministério lhe traga muitas alegrias e enviamos nosso abraço fraterno”.