Sergipe

11/07/2018 às 08h54

Amese solicita inspeção no Presídio Militar após constatar situação precária do prédio

Redação Portal A8

O presidente da Associação dos Militares de Sergipe (Amese), sargento Jorge Vieira, protocolou nesta terça-feira (10), um ofício pedindo que seja feita uma inspeção no Presídio Militar (Presmil) pelo Conselho Regional de Engenharia de Sergipe (Crea/SE) e a Defesa Civil.

O pedido de inspeção acontece após denúncias sobre condições precárias da instalação da unidade prisional, onde se encontram custodiados policiais e bombeiros militares, além de policiais de outras forças e militares das forças armadas.

A Amese denuncia ainda que um pedaço da laje interna cedeu em um dos corredores e, por pouco, nenhum servidor militar, custodiado, familiar ou profissional do direito que poderia estar no local foram vitimados. A Associação já oficiou o juiz-auditor militar sobre as condições de risco de desabamento da marquise do presídio e o juiz acatou o requerimento e o despachou para a Polícia Militar para que dê início à obra de reforma.

Segundo informações da AMESE, a diretoria constatou diversas avarias aparentes na estrutura física do prédio, que já possui mais de 50 (cinquenta) anos e que nunca passou por uma reforma desde a cessão para a Polícia Militar.