Sergipe

23/06/2018 às 11h45

Quina de São João pode premiar R$ 130 milhões

Caixa Econômica Federal

Até as 19h deste sábado, 23, apostadores de todo país podem tentar a sorte na Quina de São João, horário em que se encerram as apostas exclusivas para o concurso 4.706,

cujo prêmio está estimado em R$ 130 milhões. O sorteio será realizado às 20h (horário de Brasília), no Caminhão da Sorte da CAIXA, que estará na festa de São João de Campina Grande (PB).

O valor do prêmio é de encher os olhos e sonhar alto. Há quem deseja investir em compra de imóveis, abrir seu próprio negócio ou até mesmo aplicar em poupança. Acostumado a jogar duas vezes por mês na Mega-Sena, o morador da cidade satélite de Taguatinga, em Brasília, Silmar Oliveira Damasceno, faz planos caso garanta R$ 130 milhões na conta. "O valor é interessante e chama a atenção de quem joga e de quem não joga", diz ele. "É muito dinheiro, eu viajaria, ajudaria a família e moraria bem", completa.

Para aumentar as chances de faturar parte do prêmio estimado, há também os jogadores que apostam em bolões. É o caso do advogado e professor Giovani Caixeta, que além de realizar apostas individualmente em concursos especiais, também participa de bolões com os amigos. "A gente faz uns joguinhos por fora e um bolão com os amigos porque aumenta a probabilidade, por isso que a gente compra as cotas nas lotéricas", revela.

De acordo com superintendente Nacional de Loterias, Gilson Braga, os bolões são considerados uma facilidade a mais para o apostador concorrer. "É sempre uma grande oportunidade. Pode fazer um bolão com amigos, parentes ou também adquirir algum que sempre é ofertado nas unidades lotéricas".

Prêmio não acumula

O preço da aposta com 5 números é de R$ 1,50. Quanto mais números marcar, maior o preço da aposta e maiores as chances de ganhar. Para jogar na Quina de São João, basta marcar de 5 a 15 números dentre os 80 disponíveis no volante. O superintendente explica ainda que o concurso não acumula.

"Se não tiver vencedor na faixa de cinco dezenas a gente distribui toda a premiação junto com a da faixa de quatro acertos, aí se não tiver de quatro, a gente distribui de três", disse. "Como a cobertura é muito grande e se tem muitas apostas a probabilidade é pequena de não se ter ganhador", explica.

 


Fonte: Caixa Econômica Federal